Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

VinDuero-VinDouro encerram a edição de 2021 com excelente feedback dos profissionais do mundo do vinho

Dentro de poucos dias dar-se-ão a conhecer os vencedores do concurso internacional, que se consagram como os Melhores vinhos de Espanha e Portugal

1.062

Publicidade

Prémios VinDuero-VinDouro, o certame onde se elegem os melhores vinhos de Espanha e Portugal, encerra a sua decima-sétima edição e quinta em feminino com um balanço muito positivo e com o olhar posto na excelência. Ao longo destes três dias, oitenta provadores e provadoras de primeiro nível mundial avaliaram mais de 900 vinhos provenientes de mais de 80 denominações de origem, entre elas todas as regiões de Portugal e a grande maioria de Espanha.

O primeiro dia foi dedicado a espumantes e caves, rosés, tintos sem envelhecimento, tintos com envelhecimento inferior a 6 meses, generosos e doces. No segundo dia provaram-se vinhos brancos e vinhos de autor. Enquanto que o terceiro dia foi dedicado às restantes categorias de vinhos tintos e vermutes.

Os resultados dar-se-ão a conhecer através da página web do concurso durante o mês de agosto. Como novidade em 2021 outorgar-se-á pela primeira vez o Prémio Pascual Herrera ao vinho de novo lançamento. Os resultados serão reunidos no Guia dos Melhores Vinhos de Espanha e Portugal e no Guia dos Melhores Vinhos segundo as Mulheres.

De modo geral, no final do concurso, todos os membros do júri internacional de provadores e provadores coincidiram no discurso ao atestar a grande qualidade das amostras apresentadas no certame. Ao longo das três jornadas, os membros do júri foram entrevistos no set de televisão montado para a ocasião, onde todos eles expressaram a sua opinião acerca dos Prémios VinDuero-VinDouro. As peças informativas já se encontram disponíveis no canal de YouTube do concurso.

‘Terroir da Fronteira’

Outra das novidades da edição 2021 foi a entrega do ‘Terroir da Fronteira’ a duas personalidades destacadas da zona dos Arribes de ambos os lados da fronteira. No lado português este reconhecimento foi para José Almendra, que é o atual presidente do Conselho Geral da Comissão Vitivinícola Regional de Trás-os-Montes. Do lado espanhol, o ‘Terroir da Fronteira’ foi para Emilio Gallego, presidente durante quase duas décadas de Bodegas Arribes del Duero.

A entrega do reconhecimento realizou-se durante a tarde de quarta-feira 4 de agosto em Fermoselle. A cerimónia serviu também para entregar de forma presencial os prémios da edição de 2020 aos melhores vinhos de cada categoria, bem como às D.O. reconhecidas com o Arribe de Platina.

Um concurso que se mantem ativo todo o ano

Terminada a edição número dezassete, os Prémios VinDuero-VinDouro começam a trabalhar na edição em que celebram a maior idade. Paralelamente, o certame organizará vários eventos para a promoção dos vinhos vencedores.

Em primeiro lugar, está prevista a realização da Gala de Entrega dos Prémios em novembro. Para dezembro a celebração de Lisboa em feminino, um evento onde serão reunidas as 100 mulheres mais influentes de Espanha e Portugal para provar os 10 melhores vinhos selecionados pelas mulheres do júri na presente edição.

Como novidade e para dar visibilidade às novas gerações do setor vitivinícola, os Prémios VinDuero-VinDouro darão as boas-vindas ao ano novo com a celebração de Madrid é Jovem 2022 em janeiro. Nesta ocasião serão os 100 jovens mais destacados de ambos os países os responsáveis por provar os 10 melhores vinhos de Espanha e Portugal.

Publicidade

Fonte desta notícia: VinDuero-VinDouro

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade