Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Vai ser criado Grupo de Trabalho para reabertura da Linha do Douro até Barca D’Alva

Ana Abrunhosa destacou este projeto como importantíssimo para a região que tem um potencial turístico e um potencial também produtivo.

439

Notícia com áudio

{{svg_share_icon}}

Publicidade

A Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, a Secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, e o Secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, reuniram no passado dia 16 de abril, no Salão Nobre dos Paços do concelho em Torre de Moncorvo, com a CIMDOURO, Infraestruturas de Portugal, e Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, no âmbito da reabertura da Linha do Douro entre Pocinho e Barca D’Alva.

No final da reunião, Ana Abrunhosa adiantou que foi criado  um grupo de trabalho para proceder à reabertura deste troço da linha do Douro. “Saber em que modelos podemos retomar esse troço e constituímos aqui um grupo de trabalho na região liderado pela CCDR do Norte, mas que envolverá a liderança das infraestruturas de Portugal e que contará também como apoio da coesão territorial.” “As infraestruturas já estão a requalificar a linha até ao pocinho e, portanto, há um investimento grande que já está a ser feito na Linha do Douro, de mais de 250 milhões de euros, e, portanto, a ideia é continuar esse investimento e que a Linha do Douro fique na sua totalidade recuperada e disponível para as empresas do território, para os turistas que o visitam”, explicou a Ministra da Coesão Territorial.

Ana Abrunhosa destacou este projeto como “importantíssimo para a região quando nós estamos a falar de uma região que tem um potencial turístico e um potencial também produtivo na área do agroalimentar e, não só, nos minérios, muito, muito importante.”

O Presidente da CIMDOURO, Carlos Santiago, referiu que “a reunião de hoje é um marco histórico para retomarmos a ligação definitiva até Barca D’Alva, tendo sempre a expetativa de continuarmos a fazer um trabalho com Espanha, e estimular os Espanhóis a fazer o resto da ligação que pouco falta para ligar esta grande região do norte do país com os portos secos de Salamanca.”

Publicidade

Fonte desta notícia: Nota de Imprensa Município de Torre de Moncorvo [Luciana Raimundo]

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade