Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

UTAD com mais de dois mil testes gratuitos para a comunidade académica

Um programa de rastreio para o SARS-CoV-2 arrancou, hoje, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), reforçando a estratégia interna de saúde e bem-estar da comunidade académica. Até ao Natal, estudantes, investigadores, trabalhadores docentes e não docentes podem realizar testes rápidos de forma gratuita.​

267

Publicidade

Um programa de rastreio para o SARS-CoV-2 arrancou, hoje, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), reforçando a estratégia interna de saúde e bem-estar da comunidade académica. Até ao Natal, estudantes, investigadores, trabalhadores docentes e não docentes podem realizar testes rápidos de forma gratuita.

No contexto das medidas extraordinárias do Estado de Calamidade para Portugal continental, a UTAD disponibiliza 2600 testes rápidos de antigénio (TRAg) para quem tenha tido contactos de risco e/ou nas turmas com maior número de casos identificados.

“Na sequência do protocolo com o Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) – Marão I Douro Norte, estamos a disponibilizar os testes rápidos de antigénio, que são úteis para identificar rapidamente casos positivos de Covid-19, no sentido de os isolar para limitar o contágio”, frisa a Pró-Reitora para a Saúde e Bem-Estar, Conceição Rainho.

O rastreio decorre, duas vezes por semana, no Polo I da Escola Ciências da Vida e do Ambiente (ECVA), na sala defronte ao bar do edifício de Geociências. Quem estiver interessado em realizar um teste deve inscrever-se no website da UTAD e aguardar pelo respetivo agendamento.

Esta campanha de sensibilização é dirigida a toda a comunidade académica e, até ao momento, foram realizados mais de 60 testes antigénio.

Publicidade

Fonte desta notícia: UTAD

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade