Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Um pão por 1€ para a Liga Portuguesa Contra o Cancro

No Dia Mundial do Pão, uma padaria de Bragança, estudantes do ensino secundário e o IPB, unem-se por uma boa causa. Juntos vão distribuir pão em troca de uma moeda que reverterá para a Liga Portuguesa Contra o Cancro.

696

Publicidade

No próximo sábado, dia 16 de outubro – Dia Mundial do Pão – quem passar na Praça da Sé, em Bragança, pode receber um pão, contribuindo apenas com 1€. Para além de celebrar este dia especial, está a contribuir para uma boa causa: a recolha de donativos da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

A ideia surgiu de uma dinâmica entre a Padaria Pão de Gimonde e o CIMO – Centro de Investigação de Montanha do IPB, que converteram dois projetos em que participam, numa iniciativa solidária única.

Um dos projetos é o TRANSCOLAB (Laboratório Colaborativo Transfronteiriço Agroalimentar Sustentável), um projeto que reúne universidades, centros de investigação, fundações, associações e empresas das regiões de Castilla y León e Norte de Portugal, com o objetivo de fomentar a colaboração entre o sector de investigação e o tecido empresarial, para impulsar a inovação no sector da agro-alimentar em especial a indústria cerealista. Neste projeto, a empresa trabalha diretamente com o Instituto Politécnico de Bragança, um dos parceiros, que também vai participar na iniciativa do Dia Mundial do Pão.

A outra parceria foi desenvolvida com a Escola Secundária Emídio Garcia, em virtude de um convite realizado à gerente da padaria, Elisabete Ferreira, para ensinar a fazer pão aos alunos do Curso Profissional de Saúde.

Decidimos trabalhar em conjunto e no final da semana, a Pão de Gimonde e os alunos da Emídio Garcia, vamos fazer a massa, que ficará 24 horas em repouso para ser cozida na madrugada de sábado”, explica.

A ideia é fazer 1000 pães que serão doados durante a manhã de sábado na Praça da Sé. Os alunos vão estar envolvidos nesta distribuição e em simultâneo na recolha dos donativos. Junta-se também a esta dinâmica, uma nutricionista do IPB, que vai explicar a estes jovens e à comunidade em geral, o valor nutricional do pão e a importância de o incluir na alimentação diária.

Lembrando que A FAO recomenda que o consumo anual de pão seja de cerca de 100 kilos ano, para adultos e 75 kilos ano para as nossas crianças. Infelizmente os valores são de cerca de 25 a 30 kilos por ano, o que nos preocupa a todos os que trabalham na fileira no Cereal.

“É importante referir que trabalhamos com massa mãe e praticamos nos nossos processos produtivos tempos de fermentação longos, sem adição de aditivos, e com baixo teor de sal, aqui entra uma maior digestibilidade, um menos índice glicémico, logo sacia mais”, sublinha a empresária.

Contamos também com a parceria da moagem Afonso Lopes, que vai fornecer gratuitamente a farinha para esta ação elucidativa e solidária.

O pão que vai ser distribuído é pão mais saudável e com maior teor de fibra do que o que normalmente encontramos no mercado.

“Vamos fazer três tipos de pão diferentes: pão de trigo integral; pão de trigo e centeio integral e pão de trigo e beterraba”, revela.

Este último, graças à beterraba, tem uma cor rosada, homenageando uma causa também muito importante como a do “outubro rosa”, mês da prevenção do cancro da mama.

Publicidade

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade