Informativo Digital do Nordeste Transmontano

“Muito preocupante” a situação em Vila Real com a Covid-19

Todos os infetados foram sujeitos a isolamento e a tratamento profiláctico, tendo-se agravado significativamente a situação na cidade de Vila Real, onde se localiza o Lar Nossa Senhora das Dores

0 1.516

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A situação é “extraordinariamente preocupante” em Vila Real, disse hoje o presidente da autarquia local, Rui Santos, depois de confirmados 20 utentes e funcionários do Lar Nossa Senhora das Dores infetados com covid-9.

Todos os infetados foram sujeitos a isolamento e a tratamento profiláctico, tendo-se agravado significativamente a situação na cidade de Vila Real, no Lar Nossa Senhora das Dores, onde foi detetado o primeiro caso positivo no passado domingo.

Perante a gravidade desta circunstância estamos a avaliar acionar o plano municipal de emergência e, caso isso aconteça, a Segurança Social, a instituição e a Câmara Municipal ajudarão a tentar encontrar solução para que esta determinação se cumpra“, afirmou hoje Rui Santos citado pela agência Lusa.

Também a Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Marão e Douro Norte, determinou o isolamento dos restantes 59 utentes e 50 profissionais, incluindo um funcionário que aguarda resultado do teste que foi realizado pelo INEM.

O isolamento dos funcionários criou agora um problema acrescido, porque não há quem trate dos utentes que continuam no lar. Segundo Rui santos, os utentes devem ser transferidos para o Hospital Militar do Porto, dando como exemplo o que aconteceu com um lar de Famalicão.

A transferência dos utentes é, segundo o autarca de Vila Real, “um modelo que foi testado, funcionou, que foi encontrado para a população do Litoral. Pagamos os mesmos impostos, temos os mesmos direitos e os mesmos deveres“, salientou.

Publicidade

Comentários
carregar...

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade