Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Símbolos da Jornada Mundial da Juventude chegam à Diocese de Bragança-Miranda

Símbolos da Jornada chegam à Diocese no último dia de julho e haverá hino em mirandês. Os símbolos da JMJ (a Cruz peregrina e o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani) percorrem os 5 continentes e as 21 dioceses de Portugal.

205

Publicidade

Os símbolos da próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ) estão em peregrinação e vão chegar à Diocese de Bragança-Miranda no próximo dia 31 de julho. Carrazeda de Ansiães será o primeiro ponto de paragem.

O Verão de 2023 vai ficar marcado pela realização do maior encontro de jovens cristãos do mundo: a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que vai decorrer de 1 a 6 de agosto, em Lisboa, e onde se espera a participação do Papa Francisco.

Até essa data, os símbolos da JMJ (a Cruz peregrina e o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani) percorrem os 5 continentes e as 21 dioceses de Portugal.

A grande Cruz peregrina (em madeira e com 3,8 metros de altura) e a imagem de Nossa Senhora (1,2 metros de altura e 80 centímetros de largura) chegam à diocese do nordeste transmontano no último dia deste mês. Vêm de S. João da Pesqueira, na diocese de Lamego e depois de uma breve passagem pela Unidade Pastoral de Ansiães seguem para o 24.º Acampamento Nacional dos Escuteiros, em Idanha-a-Nova (diocese de Portalegre-Castelo Branco), e depois para a Peregrinação Europeia de Jovens, em Santiago de Compostela.

De acordo com a equipa diocesana da Pastoral Juvenil Vocacional, os símbolos da Jornada Mundial da Juventude regressam a Trás-os-Montes no dia 7 de agosto, e vão estar na Unidade Pastoral Senhora da Visitação (Vimioso) até ao dia 11 de agosto.

Seguem para o concelho de Miranda do Douro (Unidade Pastoral Santa Maria Maior) onde, no dia 13, será apresentado o hino da Jornada em língua mirandesa. Uma iniciativa que envolve várias instituições e que contou com o apoio da autarquia mirandesa bem como da nossa Diocese. Recorde-se que o mirandês é a segunda língua oficial portuguesa.

Nesse mesmo dia chegam a Valtorno, em Vila Flor. Estarão presentes na grande solenidade da Assunção da Virgem Santa Maria, que terá lugar no dia 15, no Santuário diocesano da Senhora da Assunção, em Vilas Boas.

Nos dias 16 e 17 rumam ao sul, à Unidade Pastoral S. José, em Torre de Moncorvo. Visitam os jovens e as comunidades da Unidade S. Bartolomeu dos Mártires, em Alfândega da Fé, entre os dias 17 e 18, e chegam ao concelho de Mogadouro no dia 18, às 21h00.

Rumam a Freixo de Espada-à-Cinta no dia 20 e no dia 21 está prevista uma celebração, à qual presidirá D. Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa e presidente da Fundação JMJ.

O Prelado acompanha os símbolos até ao concelho de Bragança, e preside às festas da Padroeira Nossa Senhora das Graças.

De Bragança para Izeda, no dia 24, e da vila brigantina dirigem-se para Macedo de Cavaleiros onde vão estar durante 3 dias nas Unidades Pastorais da Divina Misericórdia e de Santo Ambrósio.

No dia 27 de agosto regressam à Unidade Pastoral de Ansiães, e no domingo, 28, a Rádio Renascença transmitirá a eucaristia nacional, a partir daquele ponto do arciprestado de Moncorvo.

Segue-se o concelho de Mirandela (Unidades Pastorais Senhora do Amparo e Espírito Santo), de 28 a 31 de agosto, e o concelho de Vinhais (Unidade Pastoral Senhora da Encarnação), de 31 de agosto a 2 de setembro.

O périplo pela Diocese de Bragança-Miranda culmina com uma visita à extensa Unidade Pastoral de S. Bento, no concelho de Bragança, entre os dias 2 e 4 de setembro.

A entrega à diocese de Vila Real far-se-á em Chaves, na tarde do dia 4, depois de uma passagem por Rebordelo (Vinhais).

Publicidade

Fonte desta notícia: Diocese de Bragança-Miranda

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade