Informativo Digital do Nordeste Transmontano

Seminário internacional debate futuro do Turismo de Natureza

Este Seminário é um dos vários eventos que se realizam no âmbito da XXIV Feira da Caça e do Turismo e da XXVI Festa dos Caçadores do Norte, que decorrem de 30 de janeiro a 2 de fevereiro, no Parque Municipal de Exposições de Macedo de Cavaleiros.

0 106

A Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros realiza, no próximo dia 31 de janeiro, o II Seminário Internacional sobre Turismo de Interior. Em debate estará o futuro do Turismo de Natureza e o contributo que este pode dar para combater a desertificação do território.

A sessão de abertura contará com as intervenções do presidente da Câmara Municipal, Benjamim Rodrigues, e do presidente do Turismo do Porto e Norte, Luís Pedro Martins. A sessão de encerramento será preenchida com uma comunicação da secretária de Estado do Turismo, Rita Marques.

Tendo em conta o grande potencial de Macedo de Cavaleiros na área do Turismo de Natureza, o vereador com o Pelouro dos Mercados e Feiras Municipais, Rui Vilarinho, salienta que o objetivo deste Seminário será “perceber o que poderemos fazer para acrescentar valor e corrigir o que estiver menos bem, de forma a atrair mais pessoas para o interior, o que é muito importante face à desertificação”.

Na opinião de Rui Vilarinho, se as terras do interior do país não tiverem “elementos atrativos”, as pessoas não se deslocam a esses locais. No caso de Macedo de Cavaleiros, o autarca recorda, precisamente, que o concelho “tem coisas maravilhosas que os visitantes podem contemplar, como são os casos da Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo e do Geopark Terras de Cavaleiros – Geoparque Mundial da UNESCO”.

O programa do II Seminário Internacional sobre Turismo de Interior divide-se em três painéis. O primeiro, que preencherá toda a manhã, será dedicado à definição sobre “O que é o Turismo de Natureza”. Da parte da tarde, será analisado o papel do Desporto como potencializador do Turismo de Natureza e, no terceiro e último painel, a Visão Empresarial em torno deste tipo de turismo.

Este Seminário é um dos vários eventos que se realizam no âmbito da XXIV Feira da Caça e do Turismo e da XXVI Festa dos Caçadores do Norte, que decorrem de 30 de janeiro a 2 de fevereiro, no Parque Municipal de Exposições de Macedo de Cavaleiros.

Com um investimento de 100 mil euros e a expetativa de receber cerca de 40 mil visitantes, estarão presentes cerca de 200 expositores, naquela que é considerada a maior feira do género na região Norte de Portugal.

Rui Vilarinho destaca, a propósito, a importância deste evento, do ponto de vista económico, para Macedo de Cavaleiro. “São milhares de pessoas que visitam o nosso território, muitas das quais residentes fora da região e que, por isso, ficam cá dois a três dias para participar nas diversas atividades programadas”, frisa.

A XXIV Feira da Caça e do Turismo conta com uma área coberta de seis mil metros quadrados no Parque Municipal de Exposições, mas vai chegar ainda a outros pontos do concelho, com a realização, por exemplo, de montarias em Bornes, Talhas, Limãos e Salselas. Estão ainda previstas várias outras atividades como um Trail Rota do Corço, no dia 2 de fevereiro, que conta para a Taça Distrital de Corrida em Montanha da Associação de Atletismo de Bragança, ou o XV Raid Turístico da Feira da Caça.

Paralelamente, irá realizar-se a VII Rota Gastronómica do Javali, com a participação de vários restaurantes do concelho e onde, naturalmente, o javali será o rei e senhor das ementas. O programa conta ainda com a XIII edição da Copa Ibérica de Cetraria (31 de janeiro a 2 de fevereiro) e uma Corrida de Galgos (2 de fevereiro).

Publicidade

Comentários
carregar...

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade