Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Secretariado Nacional de Liturgia publica livro de salmos do Padre Sobrinho Alves

O Padre Octávio Sobrinho Alves recebeu o ministério presbiteral em 1960. É especialista em Ciências Sociais/Sociologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana, e mestre em Estudos Europeus e Direitos Humanos pela Pontifícia Universidade de Salamanca.

787

Publicidade

“Cantai e louvai o Senhor – Salmos Responsoriais” é o título do primeiro livro do Padre Octávio Sobrinho Alves, sacerdote da Diocese de Bragança-Miranda, e é hoje (quarta-feira) publicado pelo Secretariado Nacional de Liturgia.

Trata-se de uma coletânea musical dos Salmos dos Domingos e Solenidades (Anos A, B e C) composta pelo Padre Octávio Augusto Sobrinho Alves e que são o “culminar de um movimento de renovação litúrgica iniciado na Diocese de Bragança-Miranda, logo após o Concílio Vaticano II” salienta D. José Cordeiro, no texto de apresentação da obra.

Para o Presidente da Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade, esta publicação é “justa e necessária para uma cada vez maior cultura da música para a Liturgia”, salienta.

De acordo com o Prelado, os Salmos “são oração da Igreja, que com eles canta a grandeza e o amor de Deus manifestado e realizado em Cristo. Supõem, normalmente, a presença ativa de uma comunidade”.

Esta salmodia “representa o percurso litúrgico de cinquenta anos de caminho conciliar de uma diocese que cedo despertou para o valor da Liturgia na pastoral e na evangelização”, conclui.

O Padre Octávio Sobrinho Alves recebeu o ministério presbiteral em 1960. É especialista em Ciências Sociais/Sociologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana, e mestre em Estudos Europeus e Direitos Humanos pela Pontifícia Universidade de Salamanca.

Em Roma frequentou o Coro de Santa Cecília em regime de voluntariado, e na Diocese exerceu o ministério nos mais diversos campos da pastoral diocesana sempre com intervenção atenta na música sacra e litúrgica.

Fundou e dirigiu durante 20 anos o Coral Brigantino (ainda hoje ativo).

Pároco durante mais de duas décadas, ao perfazer 80 anos pediu dispensa e ficou a auxiliar a Unidade Pastoral Senhora das Graças (Bragança). Foi durante estes anos de ritmo mais lento que escreveu estes Salmos, “simples e singelos” mas saídos da alma, “ad majorem Dei gloriam”.

A obra contou com a coordenação do Secretariado de Liturgia e Espiritualidade da Diocese de Bragança-Miranda, e do seu copista Rafael Madanços.

Em Bragança, o livro está disponível no Cartório da Paróquia de S. João Batista, na igreja da antiga Sé, e nos serviços centrais da Cúria Diocesana. No resto do país encontra-se nas livrarias religiosas e em www.liturgia.pt

Publicidade

Fonte desta notícia: Diocese de Bragança-Miranda

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade