Informativo Digital do Nordeste Transmontano

Reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica já é um “destino Biosphere”

Estes territórios devem assumir-se como líderes no combate às alterações climáticas, reiterando uma clara intenção em contribuir para os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas e para o Acordo de Paris contra as mudanças climáticas, cumprindo as diretrizes indicadas na Carta Mundial do Turismo Sustentável +20.

0 519

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicidade

A Reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica viu concluída com êxito a Certificação do Destino pelo Instituto de Turismo Responsável, tornando-se um destino Biosphere comprometido com a sustentabilidade turística.

A certificação “Biosphere” é uma referência universalmente reconhecida no campo da sustentabilidade. Os referenciais da Biosphere Responsible Tourism foram os primeiros a ser acreditados e reconhecidos pelo Global Sustainable Tourism Council. Em Portugal, a certificação encontra-se a cargo do Instituto de Turismo Responsável, que é uma das organizações responsáveis pela promoção dos princípios da Carta Mundial do Turismo Sustentável.

Esta certificação distingue territórios que apresentem um forte compromisso com a melhoria contínua no sentido de se tornarem mais sustentáveis, competitivos e qualificados. Assim, estes territórios devem assumir-se como líderes no combate às alterações climáticas, reiterando uma clara intenção em contribuir para os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas e para o Acordo de Paris contra as mudanças climáticas, cumprindo as diretrizes indicadas na Carta Mundial do Turismo Sustentável +20.

Ao conseguir esta distinção, a Reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica (RBTMI) não só vê reconhecida a riqueza e a singularidade do seu património natural e cultural, como também passa a integrar uma lista circunscrita de territórios que agregam este ativo ao desígnio de um destino turístico crescentemente sustentável e responsável, que assume como prioridade absoluta o equilíbrio entre as dimensões climática, ambiental, socioeconómica e cultural associadas ao território.

A integração da RBTMI na rede “Biosphere” confere-lhe uma maior projeção e notoriedade internacional, passando a integrar um lote restrito de destinos com um posicionamento estabelecido e diferenciado no mercado turístico. Abre-se assim a porta a um perfil de turista em franco crescimento – o turista responsável – que percebe a responsabilidade do indivíduo para com o planeta e que, por esse motivo, consome destinos, produtos e serviços turísticos cuja sustentabilidade está garantida à partida.

Paralelamente ao destino em si, outras entidades poderão também obter certificações próprias, como alojamentos turísticos, museus, parques temáticos, operadores turísticos, transportes, entre outros. Importará, agora, conseguir mobilizar estes stakeholders locais para a obtenção do seu próprio certificado, de modo a completar o conjunto da cadeia de valor turística associada à RBTMI.

Publicidade

Fonte desta notícia: Nota de Imrensa Zasnet | Ana Carvalho
Comentários
carregar...

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade