Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Requalificação do Projeto de Balsamão e a marca Balsamão vão ser apresentadas com a presença da Ministra da Coesão Territorial

O novo projeto de Balsamão visa recuperar a singularidade original, projectando o futuro alicerçado na génese do lugar "o bálsamo" oferecendo a espiritualidade, a saúde, o cuidado, o acolhimento mas também os produtos, as tradições e a cultura àqueles que se acolhem, sem descuidar a espiritualidade e a natureza que o envolvem.

1.306

Publicidade

A Requalificação do Projeto de Balsamão e a marca Balsamão vão ser apresentadas  amanhã, dia 30 de setembro a partir das 16:30h,  no Convento de Balsamão, contando com a presença da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, do presidente turismo Porto e Norte, Luís Pedro Martins, entre outras entidades civis, académicas, militares e religiosas.

A inciativa está inserida no Programa das Jornadas Culturais de Balsamão, que decorrem de 29 de setembro a 2 de outubro com o tema Memória e Futuro,  comemorando-se este ano os  25 anos ao serviço do diálogo entre a cultura e a fé.

O novo projeto de Balsamão visa recuperar a singularidade original, projetando o futuro alicerçado na génese do lugar “o bálsamo” oferecendo a espiritualidade, a saúde, o cuidado, o acolhimento mas também os produtos, as tradições e a cultura àqueles que se acolhem, sem descuidar a espiritualidade e a natureza que o envolvem.

Está perfeitamente alinhado com o plano estratégico de desenvolvimento das terras Trás-os-Montes que identifica como urgente a implementação de ações que potenciam o crescimento desta região de baixa densidade. Irá desenvolver toda uma dinâmica que revitalizará todo este espaço através da reabilitação das termas de água sulfúrea, requalificação do convento parte dele com classificação hoteleira, um museu, uma biblioteca, um multiusos, um pequeno centro de lavoura com dimensão agro-artesanal com a exploração da propriedade agropecuária e florestal (150 ha) e respetiva transformação de produtos com uma cervejaria, destilaria e cozinha tradicional, a melaria e a velaria e comercialização dos produtos sob a vertente da economia social (azeite, mel, frutos secos, compotas, cerveja, licores, fumeiro, vinagre,…) os trilhos terapêuticos (sensoriais de inclusão), tudo isto envolvido num espaço natureza de singular beleza em termos de geo e biodiversidade numa envolvente espiritual única.

São símbolos a Luz, Água e Silêncio e assenta em 5 pilares: Espiritualidade; Saúde; Cultura; Natureza; Preocupação social.

Com este projeto os Marianos da Imaculada Conceição, querem continuar o legado do seu fundador em Portugal, Fr. Casimiro Wyszynski, caminhar com a humanidade, fazendo suas as preocupações da Terra (Laudato Si), continuar a ser ponto de união e comunhão entre todos no anúncio do Amor Misericordioso de Deus.

A Apresentação será feita pelas 17:00h do dia 30 de setembro, numa mesa redonda conduzida por Carlos Liz “tocar o mistério”, uma conversa informal, ao mesmo tempo objetiva e subjetiva, mais emocional e espiritual, que trará o “espírito do lugar” e marca a identidade da requalificação que está em curso.

A seguir decorrerão experiências sensoriais que conduzirão ao jantar nos claustros. Depois do jantar, num sarau onde os apontamentos musicais de Sebastião Antunes e Sara Vidal, o videomapping continuarão a apresentar Balsamão de uma forma criativa e dinâmica. Os discursos antecederão a plantação de uma oliveira bonsai símbolo da paz e da fraternidade junto à estátua de Fr. Casimiro Wyzsynski pelos representantes do governo e das diferentes igrejas como marco de em Balsamão se criar um lugar de Diálogo ecuménico e inter-religioso, futuro Jardim ecuménico.

Publicidade

Fonte desta notícia: Convento de Balsamão

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade