Informativo Digital

Região volta a abrir feiras semanais e quinzenais

Esta decisão surge após a avaliação efetuada à primeira fase de abertura das feiras que limitou o início da atividade à venda de produtos locais.

966

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicidade

O Conselho Intermunicipal da CIM das Terras de Trás-os-Montes, reunido extraordinariamente, no dia 18 de maio, para avaliar a reabertura das feiras semanais/quinzenais no território, deliberou, por unanimidade, aprovar a reabertura total destes espaços de venda a partir do dia 28 de maio.

Esta decisão surge após a avaliação efetuada à primeira fase de abertura das feiras que limitou o início da atividade à venda de produtos locais. A forma como se processou o recomeço desta atividade económica, com vendedores e público a demonstrarem capacidade de adaptação e cumprimento das normas impostas pela nova realidade trazida pela Pandemia da COVID-19, levou os Presidentes de Câmara das Terras de Trás-os-Montes a decidirem pela reabertura das Feiras a todos os vendedores.

A adoção desta medida está também relacionada com a evolução favorável da situação epidemiológica na região e vai também ao encontro da Resolução do Conselho de Ministros de 17de maio, que prevê a abertura de feiras e mercados.

Esta reabertura implicará um período de adaptação e estabelecimento de medidas necessárias para o reinício em segurança desta atividade comercial, nomeadamente a elaboração de planos de contingência a articular com as entidades competentes.

Sendo assim, as nove Câmaras das Terras de Trás-os-Montes entendem que a partir do dia 28 de maio estarão reunidas todas as condições para um regresso das feiras semanais e quinzenais, sendo certo que a retoma da atividade estará envolvida em apertadas medidas de segurança e deverá respeitar todas as indicações emanadas da Direção Geral de Saúde.

O que é facto a abertura das feiras nos nove concelhos da CIM das Terras de Trás-os-Montes é entendida como uma forma de apoiar o relançamento da atividade económica no território, acompanhando a reabertura de outros espaços comerciais.

Recorde-se que as Feiras foram suspensas a 11 de março, altura em que o Conselho Intermunicipal, numa atitude preventiva e proactiva, deliberou pelo cancelamento desta atividade económica. No dia 04 de maio este mesmo órgão aprovou a abertura dos mercados de produtos locais que se realizam no âmbito das feiras, passados cerca de dois meses e meio estes espaços voltam abrir na totalidade nos concelhos de Alfândega da Fé, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Vimioso e Vinhais, nos dias em que habitualmente se realizavam.

Publicidade

Fonte desta notícia: Nota de Imprensa CIM-Terras de Trás-os-Montes | Sónia Lavrador

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade