Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Reciclagem de vidro cresce mais 10%

Os portugueses reciclam cada vez mais, tendo sido recolhidas 346.327 toneladas de embalagens nos ecopontos nacionais nos primeiros nove meses do ano, o que significa um aumento de 6%, em comparação com o período homólogo de 2021. O vidro é o material com melhor desempenho, com 167.105 toneladas recolhidas (+10%).

250

Publicidade

As embalagens continuam a ser o único fluxo de resíduos urbanos a cumprir com as metas da Reciclagem em Portugal. O vidro é o material que ainda apresenta desafios e que tem vindo a motivar a aplicação de uma estratégia específica para aumentar a recolha seletiva deste material. Mas, o crescimento contínuo das taxas de reciclagem do vidro, de acordo com os dados do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE) é revelador do impacto das medidas que estão a ser postas em prática no país.

O projeto Mais Vidro, Mais Reciclagem #Horecafazpartedasoluçãolançado pela Sociedade Ponto Verde e pela Associação de Industriais de Vidro de Embalagem (AIVE), no início deste ano, com o objetivo de facilitar o processo de reciclagem em Hotéis, Restaurantes e Cafés (HORECA), incorpora esta estratégia.

São já mais de 400 os estabelecimentos comerciais aderentes deste programa, que também soma já a colocação de 270 vidrões com baldeamento assistido. Este inovador sistema vem facilitar o processo de deposição das embalagens de vidro neste canal, tendo sido instalados em diversos municípios do país, em zonas da Algar, Cascais Ambiente, Lipor e Resinorte.

A eficácia da instalação dos vidrões com este sistema inovador verifica-se nos resultados obtidos em vários municípios e, consequentemente, nos dados globais de reciclagem de janeiro a setembro de 2022. Até agosto, Vizela registou um aumento de 64% no vidro recolhido e Guimarães um crescimento de 12%.

“Assistirmos ao crescimento contínuo dos números na recolha seletiva de resíduos de embalagem, com assinalável desempenho no vidro, que é o material cuja taxa de reciclagem mais precisa de crescer até 2025 (19%), é motivo de grande satisfação. A estratégia de inovação e de cooperação da Sociedade Ponto Verde tem sido orientada para que exista mais conveniência nas soluções ao dispor dos cidadãos e estabelecimentos comerciais que possibilitem que as pessoas reciclem mais e melhor”, refere Ana Trigo Morais, CEO da Sociedade Ponto Verde.

Os dados de desempenho do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos Urbanos de Embalagens nos primeiros nove meses do ano, revelam ainda que foram encaminhadas para reciclagem 106.317 toneladas de papel/cartão e 59.608 toneladas de plástico. Um crescimento de 3% nestes materiais face a igual período em 2021.

Publicidade

Fonte desta notícia: Sobre a Sociedade Ponto Verde

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade