Informativo Digital do Nordeste Transmontano

Realizou-se seminário sobre “Imagem e Comunicação da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica”

Contando com o contributo de alguns dos principais peritos espanhóis e portugueses na área do turismo sustentável em Espanha e Portugal, o seminário centrou-se na temática da promoção, através de instrumentos de imagem e comunicação, da identidade, dos recursos e do património do território transfronteiriço da Meseta Ibérica.

0 89

Realizou-se no passado dia 23 de janeiro o seminário “Imagem e Comunicação da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica”, numa iniciativa do ZASNET AECT com o apoio da Diputación de Zamora e do Ayuntamiento de Villardeciervos.

Enquadrado no projeto “Património cultural, produtos autóctones, natureza e turismo como base económica para o desenvolvimento da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica”, financiado pelo Programa Operacional INTERREG V-A España-Portugal (POCTEP), o evento decorreu no “Salão da Juventude” do Ayuntamiento de Villardeciervos em Zamora.

Contando com o contributo de alguns dos principais peritos espanhóis e portugueses na área do turismo sustentável em Espanha e Portugal, o seminário centrou-se na temática da promoção, através de instrumentos de imagem e comunicação, da identidade, dos recursos e do património do território transfronteiriço da Meseta Ibérica.

Num primeiro momento, o Quarto Vice-Presidente da Diputación de Zamora, José Luis Prieto Calderon, e o alcalde do Ayuntamiento de Villardeciervos, Lorenzo Jiménez Martínez, frisaram o papel da marca da “biosfera” para o desenvolvimento estratégico de longo prazo deste território, e sublinharam a relevância da valorização desta reserva para a qualidade de vida dos residentes neste território transfronteiriço. A apresentação do projeto esteve a cargo de Ana Carvalho, Diretora do ZASNET AECT, que recalcou a importância da fase de implementação dos objetivos para a obtenção da marca da biosfera, sublinhando o papel deste processo para a mobilização de cidadãos e instituições à volta de uma marca comum.

Sucessivamente, João Teixeira da empresa Cápsula, apresentou a marca corporativa da imagem da Reserva da Biosfera Transfronteiriça, alicerçada na relação entre o homem e o território e na valorização da diversidade e da unicidade existente. Num terceiro momento, a Sociedade Portuguesa da Inovação (SPI), apresentou o “Plano de Comunicação e Difusão da marca de identidade e qualidade da reserva da biosfera”, recalcando neste contexto a importância da colaboração entre stakeholders e empresas na apropriação da marca como meio para a criação de valor e para a promoção do território.

Finalmente, Rosa Villacé e Carolina Vara, da empresa SERVIMA, apresentaram as dimensões constitutivas do estudo para os pacotes e itinerários turísticos, colocando a enfase na identificação dos elementos e valores patrimoniais do território enquanto recursos autóctones a serem valorizados numa perspetiva de turismo sustentável.

O evento contou com cerca de quarenta participantes, que no final das intervenções se demonstraram pró-ativos, colocando questões aos oradores e partilhando ideias e perspetivas.

Publicidade

Comentários
carregar...

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade