Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Portelo de Sanábria Calabor de Braganza

Poemário, rúbrica de Carlos d’Abreu, raiano do Douro Transmontano (1961), Geógrafo (USAL/UC), Arqueólogo (UP/USAL) e Historiador (UPT/USAL), colaborador do Centro de Literatura Portuguesa (UC); investigador, poeta (e diseur), antologista e tradutor; conta com várias publicações nestas áreas.

309

Portelo de Sanábria
Calabor de Braganza

À plataforma cívica RIONOR

Dum lado montes
Del otro montes

Dum lado pinhos
Del otro pinos

Dum lado prados
Del otro prados

Dum lado fogo
Del otro fuego

Dum lado gado
Del otro ganado

Dum lado caminho
Del otro camino

Afinal a mesma terra
Al final la misma tierra

Afinal a mesma gente
Al final la misma gente

Carlos d’Abreu

Portelo de Sanábria Calabor de Braganza
Poemário de Carlos d’Abreu
Portelo de Sanábria Calabor de BraganzaPoemário de Carlos d’Abreu
{{svg_share_icon}}
{{heart_svg}}GostoGostei Descarregar
2

“Portelo de Sanábria Calabor de Braganza”, integra o livro de poesia “[des(en)]cantos e (alguns) gritos“, de Carlos d’Abreu, editado em 2017 sob a chancela da editora Lema d’Origem.

A narratividade dos poemas, associada ao tom coloquial, constitui outro traço distintivo da poética do autor. Muitos dos carmes, em todos os andamentos, evocam as narrativas mágicas e imemoráveis que vão passando de geração em geração. Esta narratividade, coadjuvada pelo ritmo rápido e cadenciado da quadra, predetermina a atenção do leitor para a reflexão e a procura de ‘novos sentidos e possibilidades’”.

Créditos da imagem: Pepe Posse (Ferrol, 2018)

Publicidade