Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Pedro Eiras vence Prémio Literário António Cabral

O Prémio Literário António Cabral foi instituído em 2011, tendo uma periodicidade bienal, constituindo esta distinção uma homenagem ao escritor e poeta do Duriense, António Cabral, nascido em Castedo do Douro, concelho de Alijó e falecido no ano de 2007.

130

Publicidade

O professor e escritor Pedro Eiras venceu a edição de 2021 do Prémio Literário António Cabral, uma iniciativa do grémio Literário Vila-realense e da Câmara Municipal de Vila Real.

O docente do Departamento de Estudos Portugueses e Estudos Românicos da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) e investigador do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, viu a sua obra poética premiada através do trabalho “Inferno“.

É uma experiência poética fortemente original e inventiva, uma obra onde confluem registos discursivos de várias proveniências — erudito, prosaico, metafísico, literário — para retratar o falível, vulnerável e destrutivo potencial da mente e da ação humanas”, refere o júri, citado num comunicado divulgado pelo Grémio Literário Vila-Realense.

O Prémio Literário António Cabral foi instituído em 2011, tendo uma periodicidade bienal, constituindo esta distinção uma homenagem ao escritor e poeta Duriense António Cabral, nascido em Castedo do Douro, concelho de Alijó, e falecido no ano de 2007.

Nascido no Porto em 1975, Pedro Eiras publicou diversas obras de ficção (Bach, Cartas Reencontradas de Fernando Pessoa, A Cura, O Mapa do Mundo), teatro (Um Forte Cheiro a Maçã, Uma Carta a Cassandra, Bela Dona, Um Punhado de Terra), poesia (Inferno, Purgatório) e ensaio (Esquecer Fausto – com o qual ganhou o ganhou o Prémio Prémio PEN Clube Português de Ensaio referente a obras publicadas em 2005 -, Tentações, Os Ícones de Andrei, Constelações e Língua Bífida).

Publicidade

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade