Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Município de Bragança é pioneiro na implementação de projeto que visa aumentar a reciclagem

Por cada embalagem colocada na máquina de depósito, os consumidores recebem um voucher para utilizar nos estabelecimentos do Mercado Municipal de Bragança. Projeto conta com o apoio da Tetra Pak e da Empresa Intermunicipal Resíduos do Nordeste.

256

Publicidade

Bragança, em parceria com a Tetra Pak (empresa líder mundial em soluções de processamento e embalagem alimentar) e a Empresa Intermunicipal Resíduos do Nordeste, é o primeiro município português a integrar um Sistema de Depósito e Incentivo (SDI) com o objetivo de fomentar a reciclagem das embalagens de cartão para bebidas (como pacotes de leite, sumos, vinho ou natas), garrafas de plástico e latas de bebidas.

O SDI começará, também, a ser implementado um pouco por todo o País. No entanto, Bragança acolhe aquele que é o primeiro projeto a contemplar a recolha de embalagens de cartão para bebidas em Portugal, que visa sensibilizar os cidadãos para a importância da reciclagem e, ao mesmo tempo, incentivar e dinamizar o comércio local.

A sustentabilidade e a preservação do meio ambiente é, desde há muito tempo, uma das nossas grandes prioridades. Se a esta questão conseguirmos associar a dinamização das lojas do Mercado Municipal, como é o caso deste projeto, temos a certeza de que será um sucesso”, destacou o Presidente da Câmara Municipal de Bragança, Hernâni Dias.

A máquina, onde podem ser depositadas as embalagens vazias, está instalada no Mercado Municipal de Bragança (MMB) desde o dia 1 de abril e, por cada embalagem, o cidadão recebe um voucher. O valor por contributo pode variar entre 2 e 5 cêntimos, de acordo com a capacidade da embalagem, entre 0,1 e 0,5 litros e acima de 0,5 litros, respetivamente. Os vales podem ser acumulados e utilizados em qualquer uma das lojas aderentes no MMB.

A Empresa Intermunicipal Resíduos do Nordeste é parceira desta ação, sendo a responsável pela recolha e encaminhamento para reciclagem dos resíduos depositados no SDI. A par disso, a Tetra Pak também se uniu a esta iniciativa, sendo o principal promotor.

Para Ingrid Falcão, responsável pela área de sustentabilidade da Tetra Pak Ibéria, “estes projetos piloto são cruciais para se entender melhor quais os sistemas de recolha mais eficazes. Avançámos para este projeto de forma a entendermos melhor a perceção e participação do consumidor neste tipo de sistemas de recolha, bem como entender a performance das máquinas no que diz respeito à recolha das embalagens de cartão para bebidas. O nosso objetivo é aumentar a recolha e as taxas de reciclagem”.

Paulo Praça, Diretor Geral da Resíduos do Nordeste, EIM S.A. refere que “é preciso promover a evolução dos sistemas de recolha de embalagens e temos de estar na linha da frente na implementação de tecnologias inovadoras que nos permitam aumentar a quantidade e a qualidade dos materiais recolhidos de forma a serem reciclados. Este projeto é inovador porque além das embalagens de plástico e de metal vai permitir também recolher as embalagens de ECAL.

Publicidade

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade