Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Marta Pereira da Costa em Alfândega da Fé para celebrar a Igreja Matriz de Sambade

Distinguida, em 2014, pela Fundação Amália Rodrigues com o “Prémio Instrumentista”, Marta Pereira da Costa é a primeira profissional feminina do mundo a tocar a Guitarra Portuguesa no Fado.

268

Artista consagrada, Marta Pereira da Costa será a responsável pelo segmento musical da penúltima etapa de “Património a Norte”. O concerto tem lugar no próximo dia 22 de outubro, na Igreja Matriz de Sambade, em Alfândega da Fé, e contará com o Chef António Vieira ao comando da partilha e degustação gastronómica.

O programa “Património a Norte” tem como grande objectivo a valorização de espaços patrimoniais de seis concelhos: Bragança, Tarouca, Arouca, Miranda do Douro, Alfândega da Fé e Felgueiras. Organizada pela Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN), juntamente com várias autarquias e instituições eclesiásticas, trata-se de um projeto diferenciador de afirmação cultural, do qual constam concertos, visitas e ações de gastronomia com vista à aproximação da população residente e à captação de novos públicos turístico-culturais.

Distinguida, em 2014, pela Fundação Amália Rodrigues com o “Prémio Instrumentista”, Marta Pereira da Costa é a primeira profissional feminina do mundo a tocar a Guitarra Portuguesa no Fado. Historicamente, a Guitarra Portuguesa esteve sempre associada ao homem como músico, e cingida maioritariamente ao Fado, como linguagem. Marta Pereira da Costa veio romper essa tradição e apresentar uma nova Guitarra Portuguesa como “voz” do seu projeto.

Coordenado pelo Chef Renato Cunha, o Chef António Vieira foi encarregue de dar a conhecer o património gastronómico local. Partilhará produtos e iguarias que integram o imaginário coletivo da região, confecionados com técnicas ancestrais.

Construída no lugar de um templo anterior, a Igreja Matriz de Sambade foi dedicada a Nossa Senhora da Assunção, padroeira da freguesia, de quem há uma imagem, em mármore, inscrita no nicho da fachada posterior do templo. Exemplo de arquitetura barroca e neoclássica, a igreja de Sambade desenvolve-se em planta longitudinal, com capela-mor mais baixa e mais estreita que a nave, uma torre sineira no plano da fachada, a sacristia do lado Norte e, do lado oposto, um anexo denominado Casa das Almas. A fachada principal, bastante recortada, é rematada por um frontão interrompido de aletas, com cruz ao centro. O portal apresenta uma configuração semelhante à da fachada, com frontão semicircular, interrompido pela janela, de linhas curvas, que se projeta a partir do centro do frontão. No interior, destaca-se a talha rococó dos altares e ainda o retábulo-mor.

Publicidade

Fonte desta notícia: Multicom

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade