Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Agricultores protestam em Mogadouro. Mais de 60 tratores percorrem a EN221

protesto ocorre um dia após o governo ter anunciado um pacote de mais de 400 milhões de euros para mitigar os impactos da seca e reforçar o Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC).

236

Publicidade

Mais de 60 tratores reunidos por agricultores do Planalto Mirandês encontram-se em protesto em Mogadouro, percorrendo a Estrada Nacional EN221 em marcha lenta em direção à fronteira da Bemposta, no distrito de Bragança. Os manifestantes reivindicam melhores condições e mais apoio do governo para o setor agrícola.

O tenente-coronel Lobo de Carvalho, da GNR, afirmou à Lusa que os agricultores não pretendem cortar a fronteira da Bemposta. Segundo ele, o objetivo do protesto é transmitir uma mensagem forte sem comprometer a ordem pública.

Inicialmente, os agricultores planearam entrar no Itinerário Complementar IC5 pelo nó de Mogadouro, mas a GNR dissuadiu-os, resultando na decisão de prosseguir pela EN 221.

O protesto ocorre um dia após o governo ter anunciado um pacote de mais de 400 milhões de euros para mitigar os impactos da seca e reforçar o Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC). Os agricultores, em um comunicado divulgado na quarta-feira, reivindicam direito à alimentação adequada, condições justas e a valorização da atividade.

O movimento, descrito como espontâneo e apartidário, enfatizou a preparação dos agricultores para “se defenderem do ataque permanente à sustentabilidade, à soberania alimentar e à vida rural”. O protesto tem bloqueado estradas, refletindo a crescente insatisfação no setor agrícola em todo o país.

Publicidade