Informativo Digital do Nordeste Transmontano

Mais apoio a escolas e a diretores: “Brigada” disponível para acompanhamento de proximidade

Num momento em que, por conta do surto epidemiológico que o país atravessa, é imperativa a adaptação do processo de ensino-aprendizagem, esta equipa tem como função garantir um acompanhamento de proximidade às escolas, contribuindo para recolher boas práticas, mas também constrangimentos sentidos, e para poder auxiliar as escolas, de forma articulada com os serviços centrais do Ministério da Educação.

0 283

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicidade

A partir desta semana, as escolas terão ao seu dispor uma “brigada” de apoio, constituída por professores das equipas regionais da Autonomia e Flexibilidade Curricular, por embaixadores do E-twinning e Laboratórios de Aprendizagem, por embaixadores do Programa de Educação Estética e Artística e pelos coordenadores interconcelhios da Rede de Bibliotecas Escolares.

Num momento em que, por conta do surto epidemiológico que o país atravessa, é imperativa a adaptação do processo de ensino-aprendizagem, esta equipa tem como função garantir um acompanhamento de proximidade às escolas, contribuindo para recolher boas práticas, mas também constrangimentos sentidos, e para poder auxiliar as escolas, de forma articulada com os serviços centrais do Ministério da Educação.

A brigada “estamos on com as escolas”, composta por mais de uma centena de profissionais, terá ainda como papeldadas as áreas de especialidade dos professores que as integram (literacia, tecnologia, currículo) – constituir-se como apoio especializado em algumas necessidades identificadas pelas escolas, possibilitar uma harmonização de tarefas e procedimento, e garantir que as redes de escolas já constituídas se mantêm ativas.

Este trabalho é essencial para que as escolas se sintam ainda mais apoiadas, complementando o trabalho que também as Associações de Professores ou Sociedades Científicas estão a fazer, em parceria com a Direção-Geral da Educação, disponibilizando na página https://apoioescolas.dge.mec.pt recursos educativos e formação a distância.

Também esta segunda-feira, é lançado um instrumento de apoio aos diretores das escolas públicas e privadas, que permite uma resposta mais ágil e centralizada. Este instrumento de contacto com os diretores está disponível em
https://www.dgeste.mec.pt/apoio-diretores-estamos-on .

Ambas as ferramentas (site de apoio às escolas e instrumento de apoio aos diretores) apresentam conjuntos de FAQ (perguntas e respostas mais frequentes) que esclarecem vários tópicos e questões que são colocados diariamente pelas escolas, as quais estão em permanente atualização.

O Ministério da Educação tem vindo a desenvolver vários instrumentos para estar o mais próximo e ágil na resposta às questões colocadas pelas escolas. Para além das FAQ regularmente atualizadas na página https://apoioescolas.dge.mec.pt, disponibilizamos um instrumento de apoio aos diretores das escolas públicas e privadas: https://www.dgeste.mec.pt/apoio-diretoresestamos-on .

Nesta aplicação, acessível apenas aos diretores, poderão colocar questões e encontrar questões frequentes já respondidas.Pretende-se, pois, com este instrumento, centralizar os pedidos de informação das escolas nos respetivos diretores e garantir uma resposta rápida.

Também a partir desta semana, as escolas terão ao seu dispor uma “brigada de apoio”, constituídas por professores das equipas regionais da Autonomia e Flexibilidade Curricular, por embaixadores do E-twinning e Laboratórios de Aprendizagem, por embaixadores do Programa de Educação Estética e Artística e pelos coordenadores interconcelhios da Rede de Bibliotecas Escolares.

A brigada “Estamos on com as escolas”, composta por mais de uma centena de professores, tem como função garantir um acompanhamento de proximidade às escolas, contribuindo para recolher boas práticas, mas também constrangimentos sentidos, e para poder ajudar as escolas, de forma articulada com os serviços centrais do Ministério da Educação. Esta brigada terá ainda como papel – dadas as áreas de especialidade dos professores que as integram (literacia, tecnologia, currículo) – constituir-se como apoio especializado em algumas necessidades identificadas pelas escolas, possibilitar uma harmonização de tarefas e procedimento, e garantir que as redes de escolas já constituídas se mantêm ativas.

Publicidade

Fonte Nota de Imprensa Ministério da Educação: Comunicar
Comentários
carregar...

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade