Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Macedo de Cavaleiros com mais vinte sapadores bombeiros florestais

Recrutamento do ICNF vem contribuir para a fixação de mais jovens no interior. Contingente a admitir para Macedo de Cavaleiros é o maior entre as 125 vagas nacionais abertas.

615

Publicidade

O Município de Macedo de Cavaleiros está na antecâmara de ver reforçada a centralidade que ocupa no sistema de proteção civil montado na região transmontana, com a admissão a breve trecho de 20 sapadores bombeiros florestais, ao serviço do contingente nacional que o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) está a recrutar.

O destacamento a instalar no concelho é o maior das 125 vagas totais disponibilizadas do norte ao sul do País. E acaba por ser também mais uma forma de contribuir para a fixação de jovens no interior. Desta feita numa carreira “atrativa, quer no patamar da remuneração como no da estabilidade profissional”, como frisa o presidente da autarquia macedense, Benjamim Rodrigues, já que apenas podem candidatar-se mulheres e homens dos 18 aos 25 anos de idade (com o 12.º ano de escolaridade), que deverão ficar a residir na localidade de exercício das funções profissionais.

procedimento concursal  foi publicado em Diário da República na última quinta-feira e manter-se-á aberto a candidaturas durante 10 dias úteis.

“O corpo de sapadores bombeiros florestais a instalar em Macedo, em benefício de toda a região, representa um reforço do dispositivo de proteção civil atualmente existente e surge no seguimento da estratégia que está a emprestar uma renovada centralidade neste domínio ao nosso município. Acima de tudo, servirá para aumentar os níveis de prontidão e de capacidade de resposta, o que permitirá, por sua vez, aumentar índices de eficiência e integração de todo o sistema disponível para (cor)responder na proteção e socorro das pessoas e bens”, sublinha Benjamim Rodrigues.

Além dos 20 postos de trabalho a abrir em Macedo de Cavaleiros serão criados mais 14 em Portalegre, 13 na Guarda e outros tantos em Proença-a-Nova, nove em Olhão, oito em Ponte de Lima e igual número em Viseu, sete em Alcácer do Sal e também em Santarém, seis em Águeda e igualmente em Arganil e Marinha Grande, cinco em Vila Pouca de Aguiar e, por último, três em Cabeceiras de Basto.

Os futuros profissionais ficarão na dependência do Comando Nacional do ICNF.

A força de sapadores bombeiros florestais, que foi recentemente projetada para as missões internacionais de apoio aos incêndios florestais no Chile e no Canadá, estará vocacionada para combater diretamente os fogos e empreender ações de prevenção estrutural.

Publicidade

Fonte desta notícia: Município de Macedo de Cavaleiros