Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Macedo de Cavaleiros com capacidade para vacinar até 500 pessoas por dia

ULS do Nordeste reforça possibilidade da população proceder ao auto-agendamento das vacinas e escolher local onde é administrada

644

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicidade

O Município de Macedo de Cavaleiros tem já em funcionamento o novo Centro de Vacinação do concelho, que terá uma capacidade para inocular até 500 pessoas por dia. Com seis postos de administração da vacina, o município, em parceria com a Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste, dá assim mais um passo no combate à pandemia da COVID-19, numa altura em que os macedenses já podem proceder à marcação das suas próprias vacinas.

A passagem do Centro de Vacinação para as naves do Pavilhão Municipal de Exposições de Macedo de Cavaleiros foi decidida devido às limitações que o centro de Saúde local sentia para aumentar o número de administrações por dia. “Entrámos numa fase de vacinação massiva que exigia um espaço digno, funcional e com capacidade de administração das vacinas com todas as condições de segurança”, explica o presidente da autarquia macedense.

A inauguração oficial, que contou com a presença do presidente do Conselho de Administração da ULS do Nordeste, ocorre numa altura em que a inoculação da população já conta com cerca de mil pessoas vacinadas no território. “Estamos a falar de um espaço amplo, com arejamento suficiente, e garantindo a segurança e o distanciamento necessários”, diz Benjamim Rodrigues.

vacinacao2
Centro de vacinação de Macedo de Cavaleiros

A diretora clínica dos Cuidados de Saúde Primários da ULS do Nordeste, Manuela Santos, explica que “está a aumentar o ritmo de vacinação no concelho e, por isso, foi necessário encontrar um espaço com capacidade para vacinar, 300, 400 ou mesmo 500 pessoas por dia”.

De acordo com Manuela Santos, “a partir desta semana, ao fazer o auto-agendamento, as pessoas podem escolher o local onde pretendem ser vacinadas, seja ou não no seu concelho de residência”. Por isso, salienta, é importante que o Centro de Vacinação de Macedo de Cavaleiros esteja preparado para “receber pessoas de outros concelhos ou até de outros distritos”.

Do total de vacinas que vão chegando ao concelho, explica a diretora clínica dos Cuidados de Saúde Primários da ULS do Nordeste, cerca de 40% serão destinadas a primeiras tomas, 40% para segundas doses e os restantes 20% vão funcionar como margem de manobra para qualquer aumento brusco da procura.

O presidente da câmara aproveitou ainda o momento para elogiar o empenho da população no combate a esta pandemia e que tem vindo a contribuir para uma redução significativa do número de novos casos e casos ativos, contado o concelho, ao dia de ontem, com apenas um caso ativo. “Os números, não só no concelho como em todo o País, são muito animadores e espero que daqui para três ou quatro meses seja possível dizer que temos toda a população imunizada”, reforçou Benjamim Rodrigues.

O Centro de Vacinação está equipado com videovigilância, equipamentos de refrigeração das vacinas e vários meios redundantes de alerta em caso de quebra de energia. Está ainda a postos uma equipa de emergência caso se verifique alguma reação adversa após a inoculação das vacinas. Depois da vacinação dos professores e equipas dos serviços de apoio domiciliário, a imunização está agora a ser administrada à população em geral, de acordo com as regras estabelecidas pela task force para o programa de vacinação.

Publicidade

Fonte desta notícia: Nota de Imprensa CM Macedo de Cavaleiros

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade