Informativo Digital do Nordeste Transmontano

Lançada petição pela criação do “Dia Nacional do Ferroviário”

A empresa desafiou o sector a juntar-se à iniciativa, designadamente Sindicatos e principais entidades da ferrovia.

0 100

A MEDWAY lançou uma petição para apelar à implementação do “Dia Nacional do Ferroviário”, a 28 de Outubro, data em que se realizou a primeira viagem de comboio em Portugal, em 1856, entre Lisboa e o Carregado, percorrendo 37 Km.

Com a criação desta data, a MEDWAY pretende celebrar um sector histórico fundamental para o País e homenagear todos os que trabalham e já trabalharam nos caminhos-de-ferro portugueses.

É inegável que o transporte ferroviário sempre teve e tem um forte peso na economia e na sociedade. Portugal é o País da Europa onde o contributo do comboio para o transporte de mercadorias mais subiu na última década. Além disso, a utilização deste meio contribui ainda para um ambiente mais sustentável”, refere Carlos Vasconcelos, Presidente da MEDWAY.

Mas o que verdadeiramente importa comemorar e recordar são os ferroviários que fazem circular os comboios e os trabalhadores da ferrovia e das empresas de caminhos-de-ferro. Por muito que a tecnologia evolua, os ferroviários continuarão a ser fundamentais e determinantes. É, por isso, mais do que justo que se comemore o Dia Nacional do Ferroviário”, acrescenta.

A empresa desafiou o sector a juntar-se à iniciativa, designadamente Sindicatos e principais entidades da ferrovia.

O sociólogo António Barreto é o primeiro signatário da petição: “A personagem do “Ferroviário” é uma das figuras mais interessantes da história social dos séculos XIX e XX”, comenta, acrescentando “agora, no século XXI, começa a ver-se que o comboio é mais seguro, mais económico, menos poluente, mais confortável, mais rápido… Bem articulado com carros e autocarros, com metropolitanos e eléctricos, até com aviões, os comboios podem transformar-se novamente no sistema vascular do país. Lentamente, quem escreve sobre comboios, quem fala de comboios, mesmo os que recordam tempos pretéritos, exprimem-se cada vez mais com optimismo. O comboio, afinal, está de volta! Regressa! E é o futuro!”

Publicidade

Comentários
carregar...

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade