Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Juventude Socialista de Moncorvo quer que o concelho seja palco de solidariedade e exemplo de acolhimento

Juventude Socialista defende a aprovação de uma verba pela Câmara Municipal para apoio ao acolhimento dos refugiados da guerra na Ucrânia, o alojamento dos refugiados pelas diferentes freguesias do concelho, salvaguardando-se que nenhum refugiado fique afastado de familiares e a garantia de alimentação a todos os que forem recebidos, podendo ser criadas parcerias com os lares das várias freguesias e com a Cruz Vermelha, nomeadamente quanto à responsabilidade da distribuição dos alimentos.

297

Publicidade

A proposta foi apresentada na passada Assembleia Municipal de Torre de Moncorvo que se realizou a 29 de abril de 2022. A Juventude Socialista de Torre de Moncorvo quer que o concelho seja palco de solidariedade e exemplo de acolhimento e promotor do crescimento e investimento do interior.

A Juventude Socialista, na voz de Diogo Miguel de Oliveira, abordou a invasão ilegal da Ucrânia por parte da Federação Russa e apresentou uma Moção na última reunião da Assembleia Municipal com vista a refletir o espírito solidário do concelho.

Argumenta a JS local que Torre de Moncorvo foi o terceiro concelho do país a perder, em percentagem, mais população entre 2011 e 2021, pretendendo captar pessoas para este território.

Os jovens que integram esta estrutura política local dizem que devem ser criadas condições para que o concelho receba refugiados ucranianos e que “estão conscientes que tal medida não se constitui como solução para o problema da desertificação humana mas ajudará num primeiro momento à sua mitigação”.

Defendem, por isso, a aprovação de uma verba pela Câmara Municipal para apoio ao acolhimento dos refugiados da guerra na Ucrânia, o alojamento dos refugiados pelas diferentes freguesias do concelho, salvaguardando-se que nenhum refugiado fique afastado de familiares e a garantia de alimentação a todos os que forem recebidos, podendo ser criadas parcerias com os lares das várias freguesias e com a Cruz Vermelha, nomeadamente quanto à responsabilidade da distribuição dos alimentos.

Defendem ainda nessa Moção que a educação para todas as crianças e jovens em idade idade escolar, bem como o acesso a médico geral para garantia de boas condições de saúde.

A Assembleia Municipal de Torre de Moncorvo aprovou esta Moção com os votos favoráveis de todos os elementos do PS e com a abstenção dos deputados da maioria PSD/CDS.

Publicidade

Fonte desta notícia: Juventude Socialista de Torre de Moncorvo

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade