Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Inaugurado em Torre de Moncorvo o Centro de Estudos Judaicos

O Centro de Estudo Judaicos, instalado num edifício que a tradição aponta como sendo a Sinagoga, e a Casa que a tradição relaciona com a Inquisição estão abertos ao público, de segunda a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

1.779

Publicidade

A vila de Torre de Moncorvo dispõe, desde dia 4 de agosto, de dois novos espaços dedicados à cultura Judaica: o Centro de Estudos Judaicos Maria da Assunção Carqueja e Adriano Vasco Rodrigues e a casa que a tradição relaciona com casa da Inquisição.

Neles, os visitantes podem ter uma noção histórica sobre a presença dos Judeus e dos Cristãos em Torre de Moncorvo, assim como do seu quotidiano, através de objetos em exposição e de imagens, áudios e textos disponíveis nos vários equipamentos digitais interativos existentes.

DepoimentosRui Leonardo, Laura Castro e Paulo Mendes Pinto
{{svg_share_icon}}
Ouvir áudio com depoimentos de Rui Leonardo, Laura Castro e Paulo Mendes Pinto

Segundo Rui Leonardo, arqueológo do Município de Torre de Moncorvo, o Centro de Estudos Judaicos “pretende ser um espaço de acolhimento para os visitantes estudarem, interpretarem e conhecerem a história e a cultura dos cristãos novos e também dos judeus, antes da fase da inquisição.” “Será também um polo de receção de visitantes para o passeio judaico que se pretende dinamizar por todo o centro histórico da vila de Torre de Moncorvo”, acrescentou.

A Diretora Regional de Cultura do Norte, Laura Castro, que esteve presente na abertura, referiu que este investimento “não é só importante para o turismo judaico, mas para o turismo em geral. É um conhecimento importante em que a câmara de Moncorvo, com vários investigadores, tem estado a fazer para se conhecer melhor a presença e o legado da comunidade judaica daqui de Moncorvo.” Adiantou ainda que “a organização destes vários polos e o roteiro é um recurso absolutamente extraordinário.

Paulo Mendes Pinto, Investigador e professor da Universidade Lusófona destacou que o património judaico a conhecer em Torre de Moncorvo é “imenso”. Ressalvou ainda a importância deste património para o turismo, referindo que é um tipo de turismo com um crescimento “exponencial” nos últimos anos.

Acrescentou ainda que “é um turismo de grande valor acrescentado porque é um turismo de gente que vem durante mais tempo, vem à procura de cultura, de produtos diferenciados, onde podemos conjugar não só a oferta cultural, mas oferta hoteleira e os restaurantes, sempre com valor acrescentado para um público que procura experiências de qualidade. Portanto em termos económicos é também uma aposta importantíssima e que eu acredito que nos próximos anos seja uma das apostas turísticas mais significativas do interior.

O Centro de Estudo Judaicos, instalado num edifício que a tradição aponta como sendo a Sinagoga, e a Casa que a tradição relaciona com a Inquisição estão abertos ao público, de segunda a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Publicidade

Fonte desta notícia: Município de Torre de Moncorvo

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade