Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Fundo Ambiental pretende promover economia circular nas freguesias

Dirigido a todo o território nacional, podem candidatar-se até 21 de maio, Juntas de Freguesia ou Uniões Juntas de Freguesias, autonomamente ou em parceria com universidades, empresas, ONGA, associações culturais e socais, entre outras entidades.

467

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicidade

Foi já publicado o aviso do Fundo Ambiental “Economia Circular em Freguesias (JUNTAr+)” para a implementação de soluções locais de economia circular que demonstrem benefícios económicos, sociais e ambientais associados. A 3ª edição do JUNTAr+ incidirá no setor da construção, nos materiais e componentes resultantes das obras de construção, demolição e reabilitação, nos têxteis, mobiliário pós-consumo e equipamentos elétricos e eletrónicos com potencial de reutilização.

Dirigido a todo o território nacional, podem candidatar-se até 21 de maio, Juntas de Freguesia ou Uniões Juntas de Freguesias, autonomamente ou em parceria com universidades, empresas, ONGA, associações culturais e socais, entre outras entidades.

O JUNTAr+ dispõe de uma dotação de 500.000 euros, com cofinanciamento de 85%, com um valor máximo de 31.250 euros atribuído por candidatura.

Este Aviso apresenta como objetivos o desenvolvimento de soluções enquadradas na agenda de transição para o setor da construção do Plano de Ação para a Economia Circular (PAEC). Prossegue, assim, a intenção de acelerar, nas cadeias de valor das atividades económicas e junto das comunidades, a interiorização e implementação dos conceitos associados à economia circular: circuitos curtos de produção e consumo, reutilização e extensão de vida útil de produtos e equipamentos, promoção e valorização de recursos locais.

O Fundo Ambiental tem contribuído, desde 2018, para acelerar a transição para um modelo de economia circular, através do financiamento de projetos alinhados com os objetivos do PAEC. Com uma dotação global de dois milhões de euros, através da publicação dos Avisos Juntar (2018) e Juntar+ (2019), as Juntas de Freguesia submeteram diversos projetos para o desenvolvimento de soluções locais no âmbito da economia circular.

A experiência das primeiras edições evidencia que as comunidades estão atentas e sensibilizadas para o uso eficiente dos recursos locais e que as Juntas de Freguesia têm um papel fundamental enquanto catalisadores junto de outros agentes.

Publicidade

Fonte desta notícia: Nota de Imprensa Gabinete do Ministro do Ambiente e Ação Climática

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade