Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Fundação INATEL assinala Dia Mundial do Teatro no Pinhão

No regresso à atividade cultural, após dois anos de interregno devido à pandemia, a Casa do Povo do Pinhão encheu para assistir e rir com o clássico do teatro produzido pela companhia de Chaves.

392

Publicidade

ACasa do Povo do Pinhão recebeu este domingo à tarde a peça “Os Malefícios do Tabaco”, uma produção do TEF – Teatro Experimental Flaviense num evento integrado nas comemorações do Dia Mundial do Teatro organizadas pela Fundação INATEL simultaneamente em vários pontos do país em colaboração com os seus CCDs.

No regresso à atividade cultural, após dois anos de interregno devido à pandemia, a Casa do Povo do Pinhão encheu para assistir e rir com o clássico do teatro produzido pela companhia de Chaves. Este monólogo recupera o carácter do desassossego de um homem no seio familiar e social. A peça é considerada pela crítica como sendo “a tragédia de um pobre tolo e a farsa de um homem que não está à altura da situação”.

No início do espetáculo, Augusta Machado, responsável pela Fundação INATEL em Vila Real congratulou-se com a presença do público e evocou o Dia Mundial do Teatro numa altura em que se regressa à atividade cultural. Mafalda Mendes, vereadora da cultura da Câmara Municipal de Alijó enalteceu também a forte presença do público sem deixar de reconhecer o enorme trabalho desenvolvido pelas companhias não profissionais em prol da arte deixando o desafio para que aquelas que ainda não conseguiram retomar atividade, encontrem as forças e as condições necessárias para o conseguir.

Luís Almeida, Presidente da Direção da Associação Vale d’Ouro mostrou-se muito satisfeito por “reabrir” a atividade cultural na vila onde a instituição continua sedeada sendo este o pontapé de saída da instituição para a XII Mostra de Teatro do Douro cujo cartaz será brevemente anunciado. Rufino Martins, do Teatro Experimental Flaviense, recordou o contributo desta associação para o teatro em todo o distrito de Vila Real.

O evento contou com cerca de 70 pessoas que numa solarenga tarde primaveril optaram por momentos de boa disposição na Casa do Povo do Pinhão e deixaram o pedido para que se repitam mais momentos como este.

Publicidade

Fonte desta notícia: Associação Vale d’Ouro

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade