Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Fundação Caixa CA apoia 36 IPSS´s

Aquisição e mobiliário diverso, de equipamentos didáticos, de equipamentos tecnológicos, de equipamentos de cozinha, instalação e painéis fotovoltaicos, aquisição de camas articuladas, cadeiras de repouso e de banho, hipnoterapia e a execução de pequenas obras de melhoramento, são alguns dos exemplos de projetos apresentados ao Programa de Incentivos da Fundação caixa CA Alto Douro.

246

Publicidade

Número de candidaturas aos incentivos da Fundação CA aumentou exponencialmente. Nesta edição 36 candidaturas foram apoiadas, para realização de pequenos projetos que fazem a diferença em cada uma das 36 Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) apoiadas.

Aquisição e mobiliário diverso, de equipamentos didáticos, de equipamentos tecnológicos, de equipamentos de cozinha, instalação e painéis fotovoltaicos, aquisição de camas articuladas, cadeiras de repouso e de banho, hipnoterapia e a execução de pequenas obras de melhoramento, são alguns dos exemplos de projetos apresentados ao Programa de Incentivos da Fundação caixa CA Alto Douro. “São recursos financeiros para continuar a prestar serviços sociais à comunidade sendo, a iniciativa, reflexo do papel das IPSS`s na configuração da nossa sociedade, com um papel fundamental de suprir as necessidades sociais fundamentais dos jovens, dos idosos, das crianças desprotegidas e da pessoa com deficiência”, explicou o Presidente do Conselho de Administração da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Alto Douro, Paulo Martins, durante a cerimónia de assinatura de protocolos com as IPSS’s contempladas, que este ano aconteceu em Vinhais, considerando ser “um privilégio, para a Caixa de Crédito Agrícola, assumir um papel de retorno à sociedade”.

Estas instituições “estão na linha da frente e trazem esperança à sociedade em que vivemos e que substituem as famílias e muitas vezes o Estado tenham acesso a meios financeiros com o objetivo de as dotar de equipamentos necessários ao serviço que prestam, a execução de pequenas obras de beneficiação e materiais de natureza diversa que se revelam importantes para a elevação dos seus níveis de funcionalidade, bem como apoiar a concretização de ações de carater social, lúdico, educativo, artístico, desportivo, de lazer e terapêutico”, acrescentou a Presidente do Conselho de Administração da Fundação Caixa CA, Cândida Braz.

A iniciativa, enquadrou-se no âmbito do Programa de Incentivos promovido pela Fundação CA, que antecede a sua criação, e permite, mediante a apresentação de uma candidatura por uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), posteriormente sujeita a avaliação por um júri externo à entidade, acesso a incentivos económicos, com base em três critérios: A importância do projeto para a promoção psicossocial, escolar, artística e outras dos utentes das IPSS da área abrangida pela Fundação; A contribuirão do projeto para a redução das disparidades regionais no acesso a bens e serviços, de inquestionável interesse na formação e

apoio integral dos utentes das IPSS e Propiciação de apoios e complementaridades dos recursos existentes ou de atividades que venham a se promovidas pelas IPSS candidatas.

A Fundação CA foi fundada no ano de 2014 mas o programa antecede a sua criação e remonta ao ano 2002, ainda sob a égide da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Alto Douro. A criação da Fundação CA, consolidou a iniciativa que desde 2002, até à atualidade já contribuiu para a concretização de 255 projetos, executados por 70 IPSS`s da sua área de abrangência, que totalizaram um incentivo financeiro de cerca de 500 mil euros. O aumento do número de candidaturas das instituições, contribuiu para a duplicação do pacote financeiro do Programa que em 2022 foi de 25 mil euros, e após a Pandemia da Doença Covid19, numa altura em que as IPSS’s estavam ainda mais necessitadas de apoio externo, passou para 50 mil euros, “existindo a esperança de que este valor volte a ter um incremento substancial”, adiantou Cândida Brás.

Recordamos que a Fundação Caixa CA foi constituída no ano de 2014 com o objetivo de conceder apoio financeiro pontual a projetos e eventos que evidenciem interesse social, cultural. Para além do “Programa de Incentivos”, exclusivamente para IPSS´s, a Fundação promove anualmente outras iniciativas, nomeadamente o “Fundo Social” que apoia diretamente pessoas singulares ou famílias em situação de risco social, os “Prémios escolares de Mérito Académico” para os melhores alunos do 12.º ano, “Bolsas Desportivas para Atletas Carenciados”, destinados a jovens com reconhecido mérito desportivo mas em situação social vulnerável e o concurso de fotografia “De Montesinho ao Douro: Gentes e Paisagens”, cujos destinatários é a comunidade, com o objetivo de promover e divulgar o património humano, histórico e natural dos concelhos de Alijó, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Mirandela, Murça, Sabrosa, Valpaços e Vinhais.

Publicidade

Fonte desta notícia: Fundação CA