Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Francisco Tavares é novamente candidatado autárquico, mas desta vez por Chaves

Autarca durante 28 ano em Valpaços, é agora candidato por Chaves pelas listas do PSD

543

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicidade

Francisco Tavares ex-autarca de Valpaços onde presidiu à Câmara Municipal durante 28 anos volta a ser candidato pelo PSD, mas desta vez à Câmara de Chaves.

Esta foi uma decisão tomada pela concelhia do PSD Chaves, que escolheu como candidato às próximas autarcas Francisco Batista Tavares, de 65 anos, engenheiro civil e licenciado em Direito, com uma vasta experiência autárquica, tendo sido presidente da Câmara de Valpaços entre 1985 e 2013.

A Câmara de Chaves é gerida desde 2017 pelo socialista Nuno Vaz.

Francisco Tavares , agora apresentado como o candidato do PSD a Chaves foi eleito deputado na Assembleia da República na VIII legislatura, entre 1999 e 2002, e desempenhou “vários cargos como dirigente partidário, a nível local, regional e nacional, ocupou também vários cargos na administração local e regional”.

Segundo uma nota de imprensa do PSD local, citada pela Agência Lusa, Francisco Tavares “foi agraciado com a Ordem de Mérito, pelo Presidente da República em 2014. Obteve reconhecimento a nível nacional, pelo Corpo Nacional de Escutas, sendo atribuída uma medalha de mérito, também a Liga dos Bombeiros reconheceu o seu trabalho honrando também com uma medalha a nível nacional. Recebeu medalha de reconhecimento nacional no apoio às Misericórdias”.

Após ter terminado o mandato como autarca em Valpaços em 2013, Francisco Tavares ingressou “ainda no mesmo ano na Faculdade de Direito, onde conclui a licenciatura de Direito, estando a aguardar o exame de Agregação à Ordem dos Advogados”.

A concelhia do PSD de Chavevs diz em nota de imprensa que o avô paterno de Francisco Tavares, Mário Tavares, “nasceu em Chaves, na Madalena, onde aí viveu, tendo emigrado para os Esta-dos Unidos da América. De regresso a Chaves, aqui nasceram os seus filhos. Seu avô paterno, era filho de José Manuel Tavares, um ilustre comerciante em Chaves e natural da mesma cidade e de Maria Teresa Pimentel, natural de Lamadarcos. Também a sua avó Materna, Teresa Batista, era natural de Santo Estevão – Chaves e, só depois de casar foi viver para a freguesia de Lebução”.

Publicidade

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade