Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Festival Improvável encerra em Vinhais e Vila Flor

Organizado em rede e adotando uma abordagem contemporânea e inovadora, o Festival Improvável envolve um conjunto alargado de eventos culturais junto de elementos patrimoniais distintivos dos nove municípios das Terras de Trás-os-Montes.

453

Publicidade

É já no próximo fim-de-semana que terão lugar os últimos eventos da primeira edição do Festival Improvável, com espetáculos no dia 19 em Vinhais e no dia 20 em Vila Flor.

No dia 19 o evento terá lugar no Castelo de Vinhais, classificado como Monumento Nacional. A agenda contempla, a partir das 17h30, uma visita teatral ao Castelo, acompanhada pelo ator Pedro Almeida, e um projeto artístico dinamizado pela Companhia “Água no deserto”, com a participação da Universidade Sénior de Vinhais e os Gaiteiros de Zido. O dia encerrará com um concerto de NOBLE às 21.30.

No dia 20 terá lugar o último evento do Festival, a realizar em Vila Flor, junto à Fonte Romana, classificada como Imóvel de Interesse Público. Neste caso, a agenda contempla, a partir das 17h30, uma visita teatral à Fonte, animada pela artista Leonor Afonso e, às 18h30, um projeto artístico que inclui um espetáculo de “robertos” dinamizado pela Companhia “Mandrágora”. Às 21.30 terá lugar o último momento do Festival, com o concerto de Sara Correia.

Organizado em rede e adotando uma abordagem contemporânea e inovadora, o Festival Improvável envolve um conjunto alargado de eventos culturais junto de elementos patrimoniais distintivos dos nove municípios das Terras de Trás-os-Montes.

Promovido pela Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes e apoiado pelo programa operacional Norte 2020, o Festival Improvável é o primeiro festival que abrange os nove concelhos das Terras de Trás-os-Montes.

O Festival Improvável tem uma forte componente de envolvimento da comunidade local na conceção de projetos artísticos originais, pretendendo contribuir para a conservação e valorização do património e, paralelamente, para aumentar a respetiva visibilidade e o turismo cultural nas Terras de Trás-os-Montes.

O festival teve início a 8 de julho no convento de São Francisco em Mogadouro, tendo já prosseguido com eventos em Vimioso (Igreja Matriz), Bragança (Castelo), Mirandela (Paço dos Távoras), Miranda do Douro (Castelo), Alfândega da Fé (Igreja Matriz de Sambade) e Macedo de Cavaleiros (Pelourinho de Vale de Prados).

Em todos os 9 concelhos da Comunidade Intermunicipal o Festival Improvável contempla três momentos:

 Visita teatral: visita lúdica e exploratória do património, bem como dos mitos e vivências que lhe estão associados;

 Projeto artístico com a comunidade: desenvolvidos com a comunidade local, com base numa residência que considera os valores patrimoniais e culturais;

 Concerto noturno: na envolvente do elemento patrimonial classificado.

Publicidade

Fonte desta notícia: CIM Terras de Trás-os-Montes

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade