Informativo Digital do Nordeste Transmontano

Executivo Municipal aprova medidas de apoio a famílias e empresários locais

As famílias em situação de duplo desemprego poderão vir a requerer a suspensão junto da Câmara Municipal. A autarquia vai também isentar as rendas das habitações sociais e dos estabelecimentos comerciais ou empresas que funcionem em espaços da autarquia

0 427

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O Executivo Municipal de Alfândega da Fé aprovou em Reunião de Câmara algumas medidas de apoio às famílias e empresários locais para fazer face às dificuldades causadas pela pandemia de COVID-19.

Estas medidas, aprovadas por unanimidade, traduzem-se na suspensão dos pagamentos de água de estabelecimentos comerciais que tiveram que encerrar ou que ficaram fortemente condicionados na sua actividade, IPSS’s, pessoas e famílias detentoras dos cartões sénior e Abem e beneficiários de RSI.

As famílias em situação de duplo desemprego poderão vir a requerer a suspensão junto da Câmara Municipal. A autarquia vai também isentar as rendas das habitações sociais e dos estabelecimentos comerciais ou empresas que funcionem em espaços da autarquia, desde que se verifique a sua inatividade ou condicionamento por força das circunstâncias que se vivem.

Estas isenções vão iniciar-se no mês de março, no caso da água, e abril, no caso das rendas, prolongando-se até de 30 junho. A Câmara Municipal está também a priorizar os pagamentos a fornecedores locais e a analisar outras formas de vir a ajudar as famílias e as empresas locais em dificuldades decorrentes desta crise.

Tendo em conta o cancelamento de vários eventos, nomeadamente da Festa da Cereja, o Município vai investir na proteção das pessoas e no apoio às situações de maior vulnerabilidade e exposição a esta grave crise. Também no apoio à medicação, o executivo municipal aprovou nesta reunião de câmara o reforço do Protocolo com a Associação Dignitude, que vai permitir alargar a comparticipação dos medicamentos a mais pessoas com carências económicas através da atribuição de mais cartões “Abem. Vão ser iniciados os pagamentos das candidaturas já aprovadas ao Ensino Superior, são cerca de 20 famílias que irão ser ajudadas em quase 10.000 euros.

Publicidade

Fonte desta notícia: Nota de Imprensa CM Alfândega da Fé
Comentários
carregar...

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade