Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Escola suspendeu funcionário e comunicou às autoridades crimes de abuso sexual de crianças

O detido, de 53 anos de idade, assistente operacional da ESPROARTE, vai ser presente a interrogatório judicial para a aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

293

Publicidade

A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Vila Real, procedeu ontem à identificação e detenção de um homem pela presumível autoria dos crimes de abuso sexual de crianças e importunação sexual.

Os factos ocorreram no período compreendido entre os anos de 2021 e julho de 2023, no interior da Escola profissional de Artes de Mirandela (ESPROARTE), sendo vítimas nove crianças com idades compreendidas entre os 13 e 17 anos de idade”, informou a Polícia Judiciária.

A Direção da Escola disse, em comunicado, que “ao ser alertada por um grupo de alunos sobre estes acontecimentos, no âmbito das suas competências, determinou de imediato a abertura de um Processo Interno de Averiguações, no seguimento do qual resultou a suspensão preventiva de funções e afastamento do referido trabalhador”.

Decorrente da instrução deste processo, a Direção da Escola procedeu à comunicação da matéria apurada às autoridades competentes, acabano o alegado abusador por ser detido ontem pela PJ.

O detido, de 53 anos de idade, assistente operacional da ESPROARTE, vai ser presente a interrogatório judicial para a aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

A ESPROARTE, prestigiado estabelecimento de ensino profissional, com mais 25 anos de existência em Mirandela pretende, junto dos alunos e seus familiares, dos seus colaboradores e docentes e da opinião pública em geral, afirmar que se pauta pelo cumprimento de rigorosos princípios éticos e normas de conduta”, sublinha a direção daquela escola em comunicado.

Publicidade