Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Escola Profissional Artes de Mirandela lidera pontuação das escolas de Bragança na Academia Ponto Verde

Um dos desafios da APV é um Plano de Ação para aumentar a meta da reciclagem da escola, no qual, mensalmente, as escolas devem fazer a separação das embalagens relativas ao ecoponto amarelo, utilizando os sacos disponibilizados no Kit aquando da inscrição, que posteriormente são recolhidas e contabilizadas num ranking de reciclagem.

224

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicidade

A Escola Profissional Artes de Mirandela é, até ao momento, a escola mais pontuada do distrito de Bragança no concurso Academia Ponto Verde a decorrer até ao final do ano letivo.

Na totalidade das escolas inscritas no concurso Academia Ponto Verde (APV) foram recolhidas até à data mais de 11,5 toneladas de embalagens, num dos vários desafios propostos para incentivar as boas práticas de reciclagem. A edição atual do Concurso desenvolvido pela Sociedade Ponto Verde conta com a inscrição de 229 escolas, num total de 123 mil alunos dedicados à missão de reciclar mais e melhor.

Um dos desafios da APV é um Plano de Ação para aumentar a meta da reciclagem da escola, no qual, mensalmente, as escolas devem fazer a separação das embalagens relativas ao ecoponto amarelo, utilizando os sacos disponibilizados no Kit aquando da inscrição, que posteriormente são recolhidas e contabilizadas num ranking de reciclagem.

Lançado no início deste ano letivo, em setembro de 2020, o Concurso continua a trazer passatempos interativos e desafios criativos aos alunos, mesmo em período de confinamento, adaptando-se à realidade de ensino à distância, e continuará a fazê-lo até ao final do ano letivo. É disso exemplo o live feito com o músico Murta, embaixador deste Concurso e que através das suas redes tem interagido com a comunidade escolar, desafiando-os para uma maior consciência ambiental.

Num ano bastante desafiante para toda a comunidade escolar, os números referentes à quantidade de embalagens recolhidas nas escolas são bastante animadores e a pandemia não parece abrandar a motivação e o empenho das escolas em reciclar mais e melhor. A SPV continua a desenvolver várias provas que permitam despertar o interesse dos alunos em continuar a participar neste concurso que se mantém ativo e a correr bastante bem”, assinala Ana Isabel Trigo Morais, CEO da Sociedade Ponto Verde.

Admiramos a capacidade de adaptação das escolas em dar resposta a este que é o maior desafio de todos: continuar a promover a reciclagem a partir de casa, apesar dos atuais constrangimentos. No final do dia, queremos que as crianças e os jovens continuem a partilhar junto da sua família e amigos os conhecimentos e as boas práticas que adquiriram neste concurso”, aponta Ana Isabel Trigo Morais, CEO da Sociedade Ponto Verde.

Publicidade

Fonte desta notícia: Nota de Imprensa Ponto Verde

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade