Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Época termal no Balneário de Chaves arranca com novos programas terapêuticos e aumento da oferta de Spa

Termas de Chaves reabrem já esta quarta-feira, dia 1 de fevereiro e iniciam a nova época depois de, em 2022, terem recebido mais de 9 mil aquistas, o maior número de sempre.

826

Publicidade

Sete novos programas de Termalismo Terapêutico de curta duração, novas propostas ao nível do Spa, novidades na linha dermocosmética e a conclusão do Complexo de Piscinas Exteriores das Termas de Chaves. A nova Época Termal do Balneário Flaviense arranca já esta quarta-feira, dia 1 de fevereiro, e deixa antever um ano que tem tudo para superar a marca histórica de 2022: o maior número de aquistas de sempre, ultrapassando os 9 mil.

A complementar a já tradicional e alargada oferta no que concerne ao Termalismo Terapêutico, este ano fica marcado pelo lançamento de sete novos Programas de Curta Duração: Respiratório, Antifadiga, Reafirmante, Shape, Recondicionamento, Grávidas e Pós-parto. A Administradora do Balneário, Brigite Gonçalves, afirma que estas propostas foram desenvolvidas pois “percebemos, pela dinâmica da procura e através dos nossos aquistas, que havia necessidade de criar experiências de cura de menor duração, mas também de duração superior à de um, dois ou três dias que temos na nossa área de Spa e Bem-estar. Desta forma, avançou-se para a criação destes packs, com a duração de seis dias, definidos previamente pelo nosso Diretor Clínico, Dr. Pedro Cantista, mas que podem ser ajustados após consulta inicial com um dos nossos Médicos Hidrologistas, tendo em consideração a situação específica de cada utente.”

Também no Spa e Bem-Estar a época arranca com novas propostas, criadas a pensar nas necessidades de todos os que escolhem as Termas e que vêm complementar os programas de 1, 2 e 3 dias já disponíveis. “Cada vez mais procuramos chegar a novos públicos. Assim, além de incrementarmos a nossa oferta de Spa Termal com três novos programas, um deles com um valor mais reduzido, também renovamos os programas já existentes”, diz Brigite Gonçalves.

Para a administradora das Termas de Chaves “com o aumento da procura registado no ano transato, as expectativas para os próximos tempos são muito ambiciosas, pelo que as novidades desta Época Termal não ficarão por aqui”. Para 2023, estão ainda previstas novidades relativas à Linha Dermocosmética Termal Aquae e a conclusão do Complexo de Piscinas Exteriores das Termas de Chaves, com um conjunto de piscinas naturalmente quentes que irão proporcionar a todos os visitantes uma experiência única em Portugal.

De salientar ainda que, em 2023, o Serviço Nacional de Saúde continua a comparticipar os Tratamentos de Termalismo Terapêutico reconhecendo o impacto e os benefícios obtidos na promoção da saúde e bem-estar dos portugueses. No sentido de incentivar os utentes a recorrerem às Termas e conscientes da contribuição para a prevenção de doenças e promoção de saúde, o SNS comparticipa estes tratamentos em 35%, até ao montante máximo de 95€ por aquista.

Sobre as Termas de Chaves
As Termas de Chaves são umas das mais procuradas estâncias de tratamento termal do país e a sua exploração para fins medicinais tem raízes na época romana. Com uma temperatura de 76º, a água mineromedicinal de Chaves é bicarbonatada e rica em minerais, sobretudo em sódio, sílica, fluoreto e hidrogenocarbonato. A sua principal ação é estimular as funções metabólicas e orgânicas devido à sua mineralização, sendo indicada no tratamento de patologias músculo-esqueléticas, do aparelho digestivo e das vias respiratórias.

Publicidade

Fonte desta notícia: Município de Chaves