Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Empresa de Turismo adota políticas de incentivo à natalidade e apoio às famílias

Como forma de crescimento e de garantir uma equipa coesa, a PortugalNTN começou por apostar na promoção dos índices de felicidade dos colaboradores. Recentemente aumentou as regalias, atribuindo um subsídio de 500 euros ao nascimento dos filhos dos colaboradores.

3.966

Publicidade

A PortugalNTN, empresa de Turismo de natureza com sede em Mirandela, decidiu unir-se aos desígnios regionais de incentivo à natalidade e de criação de condições para a fixação da população, especialmente jovens qualificados, e adotou uma série de políticas empresariais que perseguem esses objetivos. “Temos uma equipa relativamente jovem, temos apostado na sua constante formação e queremos que seja uma equipa estável e, essencialmente, que os nossos colaboradores se sintam aqui realizados”, explica João Neves, sócio-gerente da empresa.

Há algum tempo que a PortugalNTN se preocupava com os “índices de felicidade” dos colaboradores, tendo adotado algumas práticas nesse sentido. No início deste ano a empresa decidiu ir mais longe e criou dois novos incentivos financeiros: “Damos um prémio de 500 euros por cada nascimento dos filhos dos nossos colaboradores, e damos 100 euros de prémio a cada um dos colaboradores no dia de aniversário”, esclarece Domingos Pires, igualmente sócio-gerente. “Já atribuíamos um dia de férias pelo dia de aniversário dos nossos colaboradores, agora juntamos também o dia de aniversário dos respetivos companheiros e também o dia de aniversário dos filhos”, acrescenta.

A atribuição de subsídios de natalidade é uma prática adotada por algumas autarquias, mas é novidade a nível empresarial.

Neste momento dois funcionários da PortugalNTN esperam, respetivamente, pelo primeiro filho e vão ser já os primeiros beneficiários do incentivo. “No dia em que as crianças nascerem recebem 500 €, acreditamos que ajude a fazer face às primeiras despesas, que sabemos que são muitas”, diz João Neves.

Estas regras já foram escritas num documento, juntando-se a outros incentivos que a Portugal NTN já tinha adotado anteriormente, nomeadamente, folga todas as sextas-feiras no período da tarde, folga na última sexta-feira de cada mês, flexibilidade de horários, possibilidade de cada colaborador escolher o material e ferramentas de que necessita para o excelente desempenho das suas funções, formação paga pela empresa, aumentos salariais anuais garantidos, contratos sem termo, seguro de saúde, convívios para os colaboradores e famílias, gratificações, entre outras.

“A família é fundamental para que o colaborador se sinta realizado no seu trabalho, se nós criarmos condições para que os nossos colaboradores sintam que podem dar o máximo de apoio à família, o seu desempenho será exponencialmente melhor”, defende Domingos Pires.

A equipa da PortugalNTN tem vindo a crescer. Atualmente a empresa conta com 10 colaboradores a tempo inteiro e dois avençados.

Os dois sócios não têm dúvidas que este crescimento é consequência direta do empenho que toda a equipa atribui na execução das tarefas e da forma como sentem a empresa. Esta é também a sua “família” e cada um tem que a sentir como sendo sua. Este espírito vai garantir sempre elevados padrões de comprometimento, de desempenho e de felicidade. Acreditam que a diferenciação da empresa vai sempre ser sustentada pela qualidade dos seus recursos humanos.

Publicidade

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade