Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Edição deste ano da Festa da História de Bragança retrata a Paz de 1371

A Festa da História de Bragança está de volta, com o magnífico cenário das muralhas, da cidadela e da torre de menagem do imponente Castelo de Bragança. A edição deste ano decorre de 12 a 15 de agosto e retrata a invasão e cerco de Bragança pelas tropas castelhanas e a retoma da sua posse após a assinatura do Tratado de Alcoutim, em 1371, resultando na muito ansiada paz.

862

Publicidade

Com entrada livre e com atividades pensadas para todas as idades, o Castelo de Bragança, um dos mais bem preservados de Portugal, acolhe durante quatro dias diversas atividades: música, teatro, danças do povo, histórias para crianças e graúdos, marionetas, artes circenses, esgrima medieval, oficinas de tecelagem, demonstrações de falcoaria e, claro, não pode faltar o bobo e o cortejo oficial, no qual diversas personagens vão marcar a experiência do visitante.

Segundo nota de imprensa do município “para proporcionar uma experiência diferenciadora e realista, foram idealizadas diversas áreas temáticas, entre as quais: Posto de Controlo, onde os soldados irão controlar quem pode passar para lá das muralhas. Na Rua do Restolho, decorrerá o mercado e onde histórias de amor e traições (e alguns furtos) acontecem. Na Rua dos Larápios, vão esconder-se os foragidos às autoridades e onde as classes sociais mais desfavorecidas vão surpreender os visitantes com ações inesperadas. Na Praça, um espaço central serão comercializados e trocados os produtos produzidos pelos artesãos. Na Praça do Sustento,vai ser possível confraternizar, beber e degustar as mais variadas iguarias. No Largo da Feira, chegarão diversos mercadores oriundos de terras longínquas e quechamam a atenção pelos produtos que comercializam. Por último no Beco do Oculto, vão localizar-se os videntes e vendedores de produtos com poderes mágicos“.

Cada edição da Festa da História proporciona a quem a visita momentos históricos passados na região ou inspirados no seu extraordinário património simbólico, nomeadamente na tradição oral.

Entre os dias 13 e 14 de agosto, será retratado o Tratado de Paz que devolveu Bragança às mãos de D. Fernando. Uma reconquista consumada após D. Fernando ter invadido a Galiza e tomar o Trono Castelhano a Henrique de Trastâmara, alegando ser o seu legítimo herdeiro. D. Henrique decide, então, invadir o Norte de Portugal, tomando Braga, passando por Guimarães e conquistando, por fim, Bragança, que somente retornaria às mãos de D. Fernando mediante a assinatura do Tratado de Alcoutim em 1371 – momento que a edição deste ano da Festa da História assinala.

Para participar nas atividades da Festa da História, basta fazer a inscrição prévia (até 30 minutos antes de cada sessão). De destacar, ainda, o “Torneio Medieval” que acontece nos dias 12 a 14 de agosto, às 19H00, e no dia 15, às 22h00, no Castelo de Bragança.

Publicidade

Fonte desta notícia: Município de Bragança

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade