Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Dourogás cria serviço de apoio para ajudar clientes a usufruirem dos apoios do governo

No seguimento das medidas apresentadas pelo Governo – com vista ao apoio extraordinário e excecional ao setor dos transportes públicos, incluindo táxis e autocarros de passageiros movidos a gás natural – o Grupo Dourogás decidiu criar um serviço dedicado de informação que irá ajudar os seus clientes de Gás Natural Veicular (GNV) a identificar e compreender os procedimentos administrativos que permitirão usufruir dos benefícios anunciados. Adicionalmente, disponibilizará um Boletim de Mercado, destinado a informar os seus clientes de transporte rodoviário de mercadorias sobre a evolução dos preços.

254

Publicidade

O Grupo Dourogás vai criar, nas quatro empresas que têm como negócio central a comercialização de Gás Natural (GN), um serviço de informação destinado a apoiar os clientes de Gás Natural Veicular (GNV), especialmente os que operam no mercado dos transportes de passageiros e os táxis, nos processos administrativos que lhes permitirão usufruir dos apoios anunciados pelo Governo na passada semana.

De acordo com Nuno Moreira, CEO do Grupo Dourogás, “o aumento considerável dos preços do GN nos mercados internacionais fez subir, de forma exponencial o GN usado pelos veículos, pelo que os apoios anunciados pelo Governo são considerados uma medida positiva a que o maior número de beneficiários deve ter acesso. É nesse sentido que o Grupo Dourogás promove esta iniciativa que pretende apoiar os seus clientes GNV ao nível dos processos administrativos que terão de cumprir de forma a poder beneficiar dos apoios anunciados. O GNV é cada vez mais uma alternativa ao uso de combustíveis fósseis na mobilidade e o seu impacto económico e ambiental é significativo, mais ainda num contexto como o que atravessamos atualmente”.

Com o definido pelo Ministro do Ambiente e da Ação Climática no Despacho n.º 3329-A/2022, de 18 de março, que Aprova o Regulamento do Apoio Extraordinário e Excecional ao Setor dos Transportes Públicos de Passageiros com vista à Mitigação dos Efeitos da Escalada de Preços do Combustível, o Governo pretende apoiar os transportadores de passageiros com vista a que o aumento do preço dos combustíveis não tenha de ser repercutido de forma direta nos preços dos títulos de transporte.

O Despacho determina apoios trimestrais de 1.890 euros para os veículos coletivos de passageiros e de 342 euros para os táxis, valores relevantes para o setor dos transportes, mas, também, para o setor da distribuição de GNV em todo o país.

Este novo serviço do Grupo Dourogás vem permitir aos operadores conhecerem os procedimentos administrativos – 100% digitais – que deverão seguir para beneficiar dos apoios criados.

A Dourogás GNV, maior empresa de distribuição deste combustível em Portugal, vai ainda criar um Boletim de Mercado destinado a informar os seus clientes de transporte rodoviário de mercadorias sobre a evolução dos preços.

Esta ferramenta, exclusiva para clientes Dourogás GNV, permitirá uma análise sobre as vantagens do GNV no mercado dos combustíveis, principalmente em alternativa aos combustíveis fósseis que, nesta fase de volatilidade de preços, pode ser relevante para as opções de curto prazo das empresas.

Nos últimos anos a Dourogás mais do que duplicou os pontos de abastecimento de GN no País, estando presente em locais fronteiriços de grande tráfego pesado de mercadorias (Vilar Formoso e Elvas-Caia), em grandes áreas logística nacionais (como Carregado, Palmela, Gaia e Maia), e ainda em municípios tão diferentes como Porto (Francos e Via Norte), Loures, Mirandela e Vila Real.

Com investimentos estruturantes na área da mobilidade e da inovação, o Grupo Dourogás é o principal operador do mercado nacional de GNV, tendo assumido a dianteira da primeira fase da Transição Energética, ao passar a disponibilizar uma alternativa combustível mais limpa face aos combustíveis tradicionais e mais poluentes.

O Grupo detém em Portugal um projeto único e pioneiro, o Biogasmove, que permite a produção de biometano, gás natural 100% renovável, a partir de resíduos orgânicos – uma iniciativa desenvolvida com a empresa intermunicipal Resíduos do Nordeste – e de lamas produzidas nas Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) – uma iniciativa desenvolvida com a Águas do Tejo Atlântico.

Publicidade

Fonte desta notícia: DouroGás

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade