Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Dois dos mais emblemáticos eventos do Nordeste Transmontano regressam a Bragança

Em Fevereiro, o Município de Bragança alia dois dos eventos mais emblemáticos do Nordeste Transmontano, que fundem o melhor do fumeiro trasmontano, o Butelo com Casulas, e os protagonistas da mais autêntica das tradições de inverno, os Caretos.

420

Publicidade

O centro histórico de Bragança acolhe o Festival do Butelo e das Casulas e o Carnaval dos Caretos, entre os próximos dias 17 e 21 de fevereiro. Em simultâneo, entre os dias 11 e 26 de fevereiro, decorre a Semana Gastronómica do Butelo e da Casulas, que conta com 27 restaurantes aderentes.

O Festival do Butelo e das Casulas vai reunir 48 expositores que vão comercializar fumeiro, com destaque para o butelo, outros produtos regionais – casulas, azeite, mel, vinho e licores – e artesanato.

A Praça Camões que será o epicentro do certame, acolhe também demonstrações e degustações gastronómicas com a Chef Flor Bonet, do Restaurante Palácio Cañedo – Espanha (19 fevereiro), com o reconhecido Chef Hélio Loureiro (20 de fevereiro) e com o Chef Óscar Geadas, brigantino e vencedor de Estrelas Michelin (21 de fevereiro).

Mas as novidades não ficam por aqui. No dia 20 de fevereiro decorre o concurso que vai eleger o melhor Pastel Brigantino, com degustação aberta ao público. O Pastel Brigantino, bolo identitário de Bragança, é confeccionado com produtos locais como o mel, a castanha, a amêndoa e o azeite.

Para os mais novos, há o workshop “Mãos na Massa” e a atividade criativa “Butelo de Histórias”, ambos no dia 18 de fevereiro, na Praça Camões.

Carnaval dos Caretos – Uma tradição secular

O tradicional e verdadeiro Carnaval dos Caretos, que em tempo de entrudo reúne em Bragança centenas dos mais tradicionais e autênticos Mascarados da Península Ibérica, tem início com o tradicional desfile e termina com a recriação secular do “Diabo, Morte e Censura”.

Os verdadeiros Caretos, nascidos das entranhas do mundo rural, libertam-se do seu meio natural e tomam de assalto a cidade, trazendo consigo todo o património cultural e histórico, num momento único que valoriza as tradições, promovendo-as e permitindo a todos, habitantes e visitantes, um contato direto com este mundo ancestral e autêntico.

Assim, dia 18 de fevereiro (sábado), a partir das 14h30, os Caretos chegam à cidade, este ano com uma apresentação encenada do livro “Os Reis dos Caretos”, de autoria de António Pinelo Tiza.

A partir das 17h00, decorre o tradicional desfile pelas ruas da zona histórica, que além das centenas de caretos e mascarados, provenientes de Portugal e Espanha, conta com a participação especial de alunos dos Agrupamentos de Escolas do Concelho e de utentes de várias Instituições Particulares de Solidariedade Social, num sentido de promoção das tradições junto dos mais novos e de partilha de saberes pelos mais velhos.

No final do desfile, acontece a tradicional Queima do Mascareto, uma figura com sete metros de altura que será simbolicamente colocada em chamas. Este espetáculo cénico que conta a participação dos Caretos, decorre na Cidadela (Castelo de Bragança).

A fechar o Carnaval dos Caretos, no dia 22 de fevereiro (quarta-feira), nas ruas do centro histórico, o Diabo, a Morte e a Censura saem à rua, recriando uma tradição secular.

Candidatura Cidades Criativas da UNESCO – Gastronomia

No sentido de valorizar a gastronomia típica, ponto essencial de alavancagem do turismo e da economia local, o Município de Bragança marca o arranque das festividades, no dia 17 de fevereiro, pelas 14h00, no Auditório Paulo Quintela, com a sessão pública de apresentação da sua candidatura à Rede de Cidades Criativas da Unesco, na categoria Gastronomia.

Esta é, sem dúvida, uma altura excecional para visitar a cidade de Bragança, experimentar a gastronomia e explorar as tradições transmontanas.

Publicidade

Fonte desta notícia: Município de Bragança