Informativo Digital do Nordeste Transmontano

Coronavírus com reflexos na atividade turística

Alerta para quebras no setor e apela a medidas de apoio às empresas. A AHRESP - Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal pretende sensibilizar a Secretaria de Estado do Turismo e todo o Governo para a necessidade de se começar a trabalhar em medidas específicas para as empresas do Alojamento e da Restauração, que se deparam já com os efeitos do Coronavírus.

0 469

Apesar de não se conhecerem casos confirmados no nosso país, as empresas do alojamento turístico e da restauração e bebidas começam já a sentir os primeiros sinais provocados pelo novo Coronavírus, com registo de contração e mesmo cancelamento de reservas já efetuadas, o que exige que se antecipem medidas específicas de apoio a estas atividades, nomeadamente ao nível financeiro, por forma a se acautelar e minimizar impactos negativos na atividade turística de 2020.

Preocupada com esses impactos no setor, a AHRESP já solicitou ao Governo a criação de instrumentos financeiros de apoio às empresas e seus trabalhadores, para quando se verificarem quebras significativas na atividade, o que parece ser inevitável, atendendo aos dados que a AHRESP detém.

Acresce que esta situação de pandemia se acentua numa época em que as empresas já iniciaram o reforço de contratação de mão-de-obra, bem como realizaram investimentos de requalificação e melhoramento das suas unidades para o período da Páscoa que se avizinha, mas também para a época alta do Verão, procura essa que se pode não registar.

Publicidade

Fonte desta notícia: Nota de Imprensa | Irina Marcelino | AHRESP | Lisboa
Comentários
carregar...

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade