Categorias: Macedo de Cavaleiros

Compras no comércio tradicional de Macedo de Cavaleiros podem valer um automóvel

O Município de Macedo de Cavaleiros, em colaboração com a Associação Comercial e Industrial de Macedo de Cavaleiros, promove uma campanha de incentivo à realização de compras no Comércio Tradicional do concelho, lançando para tal o concurso “Compre em Macedo de Cavaleiros”. A iniciativa arranca a 15 de dezembro de 2020, decorre até 15 de junho de 2021 e os prémios vão desde um automóvel no valor máximo de 15 mil euros a vales de compras nas lojas aderentes no concelho. Os vencedores vão ser conhecidos no feriado municipal, que se assinala a 29 de junho de 2021.

Esta é uma forma de procurarmos ajudar o comércio tradicional, criando aqui um conjunto de incentivos, em formato de prémio, para aqueles que optem por fazer as suas compras nas lojas aderentes”, explica o presidente da autarquia de Macedo de Cavaleiros, Benjamim Rodrigues. Para concorrer, explica o autarca, basta fazer compras nas lojas aderentes, no valor de 25 euros ou mais recebendo um cupão de participação.

O concurso é constituído por um sorteio que visa a atribuição de 15 prémios em equipamentos e vales de compras. Assim, o primeiro prémio dá direito a um automóvel ligeiro de passageiros no valor máximo de 15.000 euros, enquanto o 2.º dá direito a uma Scooter 125cc e o 3.º atribui um computador portátil. Segue-se uma TV LED 65’’, uma TV LED 55’’, uma bicicleta TT, um frigorífico e uma arca frigorífica para os prémios do 4.º ao 8.º prémio. Do 9.º ao 15.º serão atribuídos, respetivamente, vales de compras para usufruto nas lojas aderentes.

Os vales para participação serão entregues para compras efetuadas entre 15 de dezembro de 2020 e 15 de junho de 2021 e podem ser colocados nos pontos de recolha até dia 18 de junho de 2021. A 29 de junho de 2021 será realizado o sorteio do concurso e a 30 de junho de 2021 será efetuada a publicitação dos resultados do concurso na página oficial do município de Macedo de Cavaleiros.

Todos temos noção que as medidas restritivas à circulação e à atividade dos estabelecimentos comercias está a causar sérios prejuízos aos comerciantes”, salienta Benjamim Rodrigues. Ao lançar esta iniciativa, o Município pretende, desde logo, promover o comércio a retalho tradicional e de proximidade no concelho de Macedo de Cavaleiros, a que se junta a alavancagem da revitalização do comércio do concelho, mobilizando os comerciantes e envolvendo os clientes, incentivando a população a fazer compras ao nível local. Pretende-se ainda com esta ação, que se irá prolongar durante seis meses, fomentar a criação de oportunidades de negócios e potenciar novos espaços de comercialização.

Ao concurso podem aderir todos os estabelecimentos de comércio a retalho tradicional e de proximidade, sediados no concelho de Macedo de Cavaleiros e que se enquadrem nas categorias Produtos alimentares, naturais e dietéticos (consumo humano e animal); Artigos de vestuário, calçado e retrosaria; Artigos de lar, têxtis, bricolage, flores e jardinagem; Artigos de livraria, papelaria e brinquedos; Artigos de desporto, lazer e viagens; Serviço automóvel e máquinas agrícolas, com exceção de combustível; Artigos de ourivesaria; Equipamento elétrico e eletrónico; Equipamento ótico; Artigos fotográficos e de vídeo; Artigos de beleza, perfumaria e cabeleireiro; Artigos esotéricos; Artigos de mobiliário e decoração; Artigos de drogaria e equipamentos de proteção e segurança; Restauração; e Eletrodomésticos.

O sorteio será efetuado na presença da entidade promotora, da entidade parceira, meios de comunicação social, qualquer cidadão que queira assistir e outras entidades. O município de Macedo de Cavaleiros procede à entrega dos prémios, mediante apresentação da declaração do modelo constante no anexo III do regulamento, até um prazo máximo de 90 dias. Os vales de compras só poderão ser descontados nas lojas aderentes a este concurso.

Constituem-se como estabelecimentos aderentes, os estabelecimentos de comércio de Macedo de Cavaleiros que demonstrem interesse em participar no presente concurso, cumprindo o pressuposto no regulamento e após validação pela Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros e pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Macedo de Cavaleiros. As compras feitas nos estabelecimentos denominados como grandes superfícies comerciais não estão abrangidas por este concurso.

Benjamim Rodrigues mostra-se convicto de que esta será uma boa forma de dinamizar o comércio local, reforçando um apelo que tem vindo a ser feito desde o início do surto pandémico de COVID-19. “É fundamental incentivar a compra e consumo de produtos locais, não só pela sua qualidade, mas também pelo apoio que se dá aos comerciantes e produtores do nosso concelho”, conclui o presidente da Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros.

Comentar