Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

“Claustrofonia” Ciclo de Música Díspar em Bragança

O ciclo arranca no dia 27 de julho com um concerto do guitarrista, cantor e compositor, Eric Chenaux, considerado pela crítica internacional como um virtuoso da guitarra. O seu trabalho a solo resultou em sete álbuns sob o selo da reputada Constellation Records, centrando-se a sua composição habilidosamente em torno da guitarra e acompanhando-a de um estilo vocal marcado pela leveza e pela excelente lírica.

701

Publicidade

Bragança vai receber o “Claustrofonia – Ciclo de Música Díspar”, com a realização de vários concertos ao longo do ano.Esta iniciativa tem como palco o ambiente da dimensão histórica dos claustros do Convento de São Francisco (séc. XIII), num convite à descoberta de experiencias contemporâneas, com sonoridades díspares de várias latitudes.

O ciclo arranca no dia 27 de julho com um concerto do guitarrista, cantor e compositor, Eric Chenaux, considerado pela crítica internacional como um virtuoso da guitarra. O seu trabalho a solo resultou em sete álbuns sob o selo da reputada Constellation Records, centrando-se a sua composição habilidosamente em torno da guitarra e acompanhando-a de um estilo vocal marcado pela leveza e pela excelente lírica.

Em Bragança apresenta o seu último e aclamado “Say Laura” no primeiro de vários concertos a acontecer no “Claustrofonia” ainda este verão, que conta também com as confirmações de Montes, o resultado da junção entre a venezuelana Arianna Casellas e o brasileiro Kauê Grindi, com a poesia embrulhada em dedilhados atmosféricos do multi-instrumentista e compositor Homem em Catarse, com a vocalista e compositora Turca Ece Canli, que combina uma série de paisagens sonoras assomadas por técnicas vocais estendidas, poesia extralinguística e outros instrumentos sonoros.

Por fim com uma experiência visual e musical guiada por Vincent Moon, fundindo palavras sobre os domínios de realidade em fusão, uma experiência live cinema improvisada, e uma exploração de estados planetários de consciência modificados através dos seus documentários sobre rituais e corpos.

Publicidade

Fonte desta notícia: Dedos Bionicos

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade