Informativo Digital

Cimeira Ibérica não vai contemplar ligação da linha do Douro a Espanha

A CIMDOURO havia definido como estratégica para a década 2020|2030 esta ligação até Espanha, mas decisões dos responsáveis máximos pelos dois países ibéricos assim não o entendem.

1.158

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicidade

A Cimeira Ibérica, a decorrer hoje na cidade da Guarda, não vai considerar nas suas conclusões a ligação da linha do Douro a Espanha, conforme o esperado pelos autarcas que integram a CIM Douro. Num comunicado hoje divulgado no facebook da CIM Douro, lamenta-se este esquecimento e revela-se o desapontamento com as decisões dos responsáveis máximos pelos dois países ibéricos.

Diante desta posição, a CIMDOURO não pode deixar de lamentar que numa altura em que se discute a cooperação transfronteiriça e a recuperação económica de Portugal e Espanha, este projeto não seja, uma vez mais, considerado prioridade”, lê-se num comunicado que a comunidade intermunicipal distribuiu através do facebook.

A CIMDOURO havia definido como estratégica para a década 2020|2030 esta ligação até Espanha, já que “a rede ferroviária foi considerada estruturante para a região, tais são as oportunidades que a revitalização da mesma poderia acrescentar não só a Portugal, mas também a Espanha. Em causa está o potencial económico da ferrovia, o desenvolvimento inter-regional e a operacionalização da rede ferroviária nacional e ibérica. De salientar que em paralelo ao rio Douro, a linha ferroviária é um dos principais meios privilegiados pelos turistas para chegarem até nós”, refere o comunicado.

A CIMDOURO desde há algum tempo que reclama esta ligação transfronteiriça, assente numa via férrea que “foi reconhecida, recentemente, pela Comissão Europeia, no âmbito de um estudo sobre as ligações ferroviárias transfronteiriças, onde ficou evidenciado o potencial turístico que beneficiaria não só o Douro Vinhateiro, mas toda a região norte de Portugal e Espanha

Nesse mesmo comunicado a CIMDouro lembra que “a ligação a Espanha, dotaria a linha do Douro de centralidade estratégica, permitindo a viagem Porto-Madrid, ida e volta, no mesmo dia”.

Mas a comunidade que agrega dezanove municípios da região duriense diz que não baixará os braços e “continuará a reivindicar junto das entidades competentes a concretização da ligação transfronteiriça através da linha do Douro, na certeza de que esta será determinante para o desenvolvimento consolidado de ambos os territórios”.

Publicidade

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade