Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

CERCIMAC vai desenvolver novos projetos de inserção social em Macedo de Cavaleiros

A aprovação destes projetos totaliza um investimento em infraestruturas no montante de 1 402 000.73€, ao qual acresce todo o equipamento móvel necessário ao funcionamento destas três respostas.

751

Publicidade

Decorridos 8 anos após a conclusão de uma obra que permitiu pôr em funcionamento a resposta social Lar Residencial e criar melhores condições para o funcionamento do Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão (CACI), a CERCIMAC tem pela frente novos desafios. Resultado do seu empenho na melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência, a instituição viu o seu esforço reconhecido com a aprovação dos três projetos que tinha estabelecido como prioritários para o concelho.

No passado dia 2 de Junho participou na cerimónia de formalização de novas Residências de Autonomização e Inclusão (RAI), tendo estado em sua representação a Presidente da Direcção, Luísa Garcia.

Na Presença da Ministra do Trabalho e Solidariedade Social e da Secretária de Estado, foi formalizado a assinatura do contrato que vincula a CERCIMAC e o Instituto da Segurança Social, IP ao financiamento e operacionalização das Residências de Autonomização para a Inclusão (RAI) que permitirá à CERCIMAC construir duas casas onde poderão morar, de forma autónoma, 10 pessoas com deficiência. Trata-se de uma resposta social, única no concelho de Macedo de Cavaleiros, inserida na comunidade e com enfoque na promoção da vida independente, participação e inclusão social.

Este projeto resultou de uma candidatura ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) no valor de 355 000.00€ e do apoio da Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros, com a doação do terreno para o efeito.

Além deste projeto a CERCIMAC irá iniciar, ainda em 2023, mais duas obras: o alargamento do Lar Residencial passando a capacidade de 24 para 30 residentes, candidatura efetuada ao Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais (PARES 3.0), no valor de 304 573.00€, e a construção de mais uma unidade de Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão (CACI) que permitirá apoiar mais 30 pessoas com deficiência, resultado de uma Candidatura ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR)- Requalificação e Alargamento da Rede de Equipamentos e Respostas Sociais, no valor de 742 500.00€.

A aprovação destes projetos totaliza um investimento em infraestruturas no montante de 1 402 000.73€, ao qual acresce todo o equipamento móvel necessário ao funcionamento destas três respostas.

A CERCIMAC passará a ter condições para, num futuro próximo, prestar apoio a mais 46 famílias e, no cumprimento da sua missão, continuar a dar respostas ajustadas às necessidades das pessoas com deficiência com vista à construção de uma sociedade mais aberta e inclusiva.

Publicidade

Fonte desta notícia: CERCIMAC