Informativo Digital do Nordeste Transmontano

Centro de atendimento urgente para a Covid-19 em Macedo de Cavaleiros “não reúne as condições mínimas exigíveis”, diz Comissão de Saúde da Assembleia Municipal

Defende a Comissão de Saúde da Assembleia Municipal de Macedo de Cavaleiros que o atendimento urgente para a Covid-19 em Macedo de Cavaleiros "não reúne as condições mínimas exigíveis", apesar de todo esforço levado a cabo por diferentes instituições e pessoas no combate a esta pandemia, existem oportunidades de melhoria.

0 830

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Comissão de Saúde da Assembleia Municipal de Macedo de Cavaleiros (CSMC) reuniu no passado dia dia 9 de Abril de 2020, via Skype, para refletir sobre a evolução da situação pandémica. A CSMC, em nota de imprensa distribuída à comunicação social, diz congratular-se “pela contenção verificada ao nível do crescimento de pessoas infetadas, doentes internados e daqueles que têm necessitado de cuidados intensivos, particularmente porque esta evolução têm denotado um afastamento significativo, mesmo relativamente ao cenário menos gravoso, traçado na última reunião”.

Segundo a CSMC “a evolução verificada permite, não só, premiar o comportamento de confinamento e isolamento dos nossos concidadãos, como também, enaltecer o trabalho que está a ser realizado por todos aqueles que corajosamente têm administrado e colaborado na contenção e tratamento das situações clínicas decorrentes da pandemia”. A este propósito, a CSMC considera ser necessário “ manter as atuais condições de confinamento nos próximos 10 dias e que mesmo depois do levantamento de algumas das medidas impostas pelo estado de emergência, será fundamental manter todos os comportamentos de proteção de si e dos outros, quiçá generalizando a adoção de equipamentos de proteção individual à população”.

Defende a Comissão de Saúde da Assembleia Municipal de Macedo de Cavaleiros que “apesar de todo esforço levado a cabo por diferentes instituições e pessoas no combate a esta pandemia, existem contudo, oportunidades de melhoria que esta comissão entendeu sugerir às diferentes autoridades envolvidas. Neste sentido, entende a CSMC alertar as autoridades competentes para as condições existentes no local de atendimento urgente covid-19 em Macedo de Cavaleiros, o qual não parece ter reunidas, quer as condições mínimas de acolhimento e cuidados a prestar aos utentes, quer as condições mínimas exigidas á implementação dos procedimentos clínicos pelos diferentes profissionais envolvidos”.

A CSMC afirma que o local de atendimento urgente para a Covid-19 em Macedo de Cavaleiros “não reúne as condições mínimas exigíveis”, salientando que existiriam “outras alternativas potencialmente mais eficazes e eficientes”.

A CSMC aconselhou “o executivo Municipal para continuar a sensibilização da adoção de medidas de desinfeção e proteção dos cidadãos nos hipermercados da cidade, porquanto se tratam de um dos locais onde o contágio passou a ser mais provável. Até à data, ainda existem superfícies comerciais, que não estão a adotar procedimentos tão simples, quanto a permanente desinfeção dos carrinhos de compras”.

A CSMC diz ainda que relembrou “aos autarcas e particularmente ao executivo municipal, que as medidas de distanciamento social, de higienização frequente das mãos e tantas outras recomendadas pela DGS, continuarão a ser essenciais, mesmo após o pico pandémico e, portanto, que se torna imprescindível continuar o trabalho de sensibilização em todo o concelho”.

A terminar, a Comissão informa que vai “sugerir ao executivo municipal, que eventualmente em conjunto com a Associação Comercial Industrial e de Serviços de M. de Cavaleiros, iniciem a preparação de planos de retoma da atividade laboral dos cidadãos, nomeadamente naquilo que respeita ao fornecimento e formação de uso de equipamento de proteção individual, que venha ser aconselhado pelas autoridades de saúde”.

A Comissão de Saúde da Assembleia Municipal de Macedo de Cavaleiros é constituída por Acácio Espírito Santo, que coordena, e por Alípio Marcos, Carla Palhau, Celina Martins, Helena Seabra e Inácia Rosa.

Publicidade

Fonte Nota de Imprensa Comissão de Saúde da Assembleia Municipal de Macedo de Cavaleiros (CSMC)
Comentários
carregar...

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade