Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Castelo de Bragança vai ser iluminado no Dia Mundial da Fibromialgia

No dia 12 de Maio assinala-se o Dia Mundial da Fibromialgia, doença reumática que afeta cerca de 1,7% da população e é a 2ª que em Portugal causa mais incapacidade.

334

Publicidade

A Câmara Municipal de Bragança aderiu ao da desafio da Associação Portuguesa de Fibromialgia (APJOF) e irá assinalar o Dia Mundial da Fibromialgia com a iluminação do Castelo de Bragança, de roxo, no dia 12 de Maio à noite.

No dia 12 de Maio assinala-se o Dia Mundial da Fibromialgia, doença reumática (DR) que afeta cerca de 1,7% da população e é a 2ª DR que em Portugal causa mais incapacidade (EpiReumaPt 2011/2013).

“Apesar da Fibromialgia ter sido reconhecida em 1992 pela Organização Mundial de Saúde, de existirem Circulares Normativas da Direcção-Geral de Saúde, estudos, artigos, resoluções publicadas no Diário da República, etc, ainda há muitos médicos (e até familiares e amigos) que não acreditam na existência desta patologia” salienta a APJOF.

Segundo esta associação, “os diagnósticos e acesso à terapêutica são tardios, o que piora o estado de saúde e incapacidade destes utentes e tem também grande impacto a nível psicossocial”, além de que “não existe qualquer apoio legislativo a nível laboral, escolar e na saúde para as pessoas com este diagnóstico”.

“É urgente mais sensibilização/literacia perante a sociedade, para uma melhor aceitação desta patologia, e legislação de apoio aos doentes”, diz a APJOF.

Para assinalar esta data, além da iluminação de monumentos, a associação está a organizar um webinar (gratuito e acessível a todos) que também decorrerá dia 12/05, às 21h, em direto napágina do Facebook (@APJOF) com a participação da Reumatologista Renata Aguiar, cujo tema será “Fui diagnosticado com Fibromialgia, e agora?”.

A APJOF, Associação Portuguesa de Fibromialgia é uma associação sem fins lucrativos, fundada em 2016, que visa apoiar, sensibilizar e trabalhar em prol das pessoas diagnosticadas com Fibromialgia e as suas famílias.

Publicidade

Fonte desta notícia: Associação Portuguesa de Fibromialgia

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade