Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Carrazeda de Ansiães recebe exposição que pretende alertar os cidadãos sobre o tráfico de seres humanos

A Exposição Mercadoria Humana poderá ser visitada gratuitamente no CITICA até ao dia 23 de julho.

312

Publicidade

Foi inaugurada no Centro de Inovação Tecnológica Inovarural de Carrazeda de Ansiães (CITICA), a exposição fotográfica “Mercadoria Humana”, da autoria de Pedro Medeiros e de estudantes da Escola Universitária das Artes de Coimbra.

Uma proposta artística que pretende chamar a atenção para o “combate ao alheamento da sociedade relativamente ao crime de Tráfico de Seres Humanos, e para o alerta sobre a opacidade e se incentive a sua denúncia”.

No âmbito desta iniciativa, foram promovidas duas ações de sensibilização sobre Tráfico de Seres Humanos para profissionais estratégicos/as do concelho das áreas de intervenção psicossocial, emprego e órgãos de polícia criminal, assim como para a população em situação de desemprego.

Foi ainda realizada uma sessão fotográfica com as dezenas de carrazedenses que participaram em ambas as ações. Os seus retratos serão divulgados em breve, como forma de demonstrar que qualquer pessoa poderá ser afetada, direta ou indiretamente, por este crime.

A Exposição Mercadoria Humana poderá ser visitada gratuitamente no CITICA até ao dia 23 de julho. Ainda em resultado da parceria estabelecida entre a Saúde em Português e o Município Carrazeda de Ansiães e integradas no projeto Mercadoria Humana Norte, foram desenvolvidas diversas atividades de sensibilização e de prevenção do Tráfico de Seres Humanos junto da comunidade local.

Publicidade

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade