Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Cardanha mantém a tradição do Entrudo Lagarto

Esta tradição foi recuperada recentemente, sendo caracterizada pelo uso de máscaras de lata com rendas brancas e um lagarto, que em tempos passados eram trabalhadas pelos latoeiros da aldeia e hoje em dia são elaboradas por artesãos.

130

Publicidade

No próximo dia 10 de fevereiro realiza-se o tradicional Entrudo Lagarto, na aldeia de Cardanha, concelho de Torre de Moncorvo.

Esta tradição foi recuperada recentemente, sendo caracterizada pelo uso de máscaras de lata com rendas brancas e um lagarto, que em tempos passados eram trabalhadas pelos latoeiros da aldeia e hoje em dia são elaboradas por artesãos.

Parte da tradição faz também a leitura das deixas do burro pelas ruas da aldeia: o tabelião, que se faz transportar por uma carroça, distribui o corpo do burro pelas moças da aldeia, transformando-as assim nos bodes expiatórios da comunidade.

Destaque também para o tradicional jogo do cântaro, em que os mascarados lançam o cântaro de mão em mão tentando
evitar que caia no chão e fique quebrado.

Da iniciativa também faz parte a Queima do Entrudo, ritual sagrado em que uma imagem gigante adornada com palha e com uma máscara é queimada, significando a punição dos pecados, a expurgação e purificação da comunidade.

As Deixas do Burro, a Queima do Entrudo Lagarto e o Esconjuro do Diabo serão acompanhados com uma performance do Grupo Alma de Ferro Teatro e com a atuação do Grupo de Gaiteiros da Escola Municipal Sabor Artes. Do programa faz ainda parte um espetáculo de fogo e um espetáculo com o grupo Galandum Galundaina.

A iniciativa é organizada pela Associação Centro Cultural e Recreativa Maria Soares Sendas com o apoio da União de Freguesia de Adeganha e Cardanha e da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo.

O Entrudo Lagarto integra os quatro eventos tradicionais, referenciados pelo Município como sendo aqueles que mantêm vivas as memórias da tradição do concelho, cujo valor cultural deve ser transmitido às novas gerações e a quem nos visita.

Publicidade

Fonte desta notícia: Município de Torre de Moncorvo