Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Campeonato de Jogos Tradicionais realizou-se este fim-de-semana em Vila Flor

Os jogos tradicionais refletem um modo de ser coletivo e com a realização deste campeonato pretende-se contribuir para valorizar e preservar os valores identitários de que se reveste esta prática tradicional, apostando também na formação e envolvimento dos mais jovens, fazendo destes os garantes da tradição.

250

Publicidade

Realizou-se ontem, domingo, 18 de junho, em Vila Flor, a final do Campeonato de Jogos Tradicionais das Terras de Trás-os-Montes. A iniciativa, organizada pela CIM das Terras de Trás-os-Montes, teve lugar em Vila Flor, no Parque de Campismo do Peneireiro.

Em competição estiveram mais de 300 participantes, vencedores das finais concelhias que tiveram lugar nos nove municípios que integram esta CIM. O objetivo é apurar os campeões das Terras de Trás-os-Montes em modalidades como o fito, a raiola, a malha, a relha, a tração à corda e corrida de sacos. Este campeonato é verdadeiramente inclusivo pelo que também há lugar a jogos adaptados, que contam com a participação dos utentes de IPSS’s do território.

O campeonato disputou-se em três fases a primeira a início da manhã teve lugar a fase de apuramento, seguindo-se as meias finais e as finais de cada modalidade.

A RAFITO, mascote desta competição,esteve em permanência no recinto, animando os participantes e o público em geral e envolvendo-os na experiência e vivência dos jogos tradicionais. Divertida, alegre, simpática e muito sociável esta mascote representa o espírito dos jogos tradicionais.

A RAFITO faz lembrar uma relha, peça do arado utilizada nos trabalhos agrícolas com cerca de 5 a 10 kg, e que é o principal elemento do jogo com o mesmo nome.

O seu nome remete-nos para alguns dos jogos disputados nesta competição R (de relha), RA (de raia e raiola), FITO (jogo muito popular nas Terras de Trás-os-Montes) e foi escolhido num concurso que decorreu durante a final de 2022 deste campeonato e nas redes socias da Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes.

Recorde-se que a primeira edição deste campeonato teve lugar o ano passado em Bragança. Este projeto, surgiu com o intuito de revitalizar esta tradição, envolvendo as populações dos nove concelhos das Terras de Trás-os-Montes. Desde logo, foi assumido que esta competição se revestiria de carácter anual, reavivando memórias e contribuindo para a afirmação dos valores sociais e culturais associados aos jogos da tradição.

O que é facto é que os jogos tradicionais refletem um modo de ser coletivo e com a realização deste campeonato pretende-se contribuir para valorizar e preservar os valores identitários de que se reveste esta prática tradicional, apostando também na formação e envolvimento dos mais jovens, fazendo destes os garantes da tradição

Publicidade

Fonte desta notícia: CIM Terras de Trás-os-Montes