Informativo Digital

Câmara de Ribeira de Pena atribuiu apoio extra a bombeiros e misericórdias locais

A Câmara Municipal de Ribeira de Pena aprovou, em reunião extraordinária realizada no dia de 30 de março, uma proposta apresentada pelo executivo municipal, liderado pelo Presidente João Noronha, para a atribuição de um subsídio financeiro extraordinário às Associações Humanitárias dos Bombeiros Voluntários de Cerva e de Ribeira de Pena.

547

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Câmara Municipal de Ribeira de Pena aprovou, em reunião extraordinária realizada no dia de 30 de março, uma proposta apresentada pelo executivo municipal, liderado pelo Presidente João Noronha, para a atribuição de um subsídio financeiro extraordinário às Associações Humanitárias dos Bombeiros Voluntários de Cerva e de Ribeira de Pena.

Este apoio financeiro atribuído a cada Corpo de Bombeiros do concelho, no montante de 3.000€, destina-se a contribuir para a aquisição de material e de equipamento técnico para fazer face à COVID-19, tendo o Município assegurado o pagamento imediato do referido apoio a cada Associação de Bombeiros.

A Câmara Municipal de Ribeira de Pena responde, desta forma, à necessidade de dotar estas Associações e os respetivos profissionais de materiais e equipamentos de proteção individual para enfrentarem a crise pandémica provocada pelo vírus COVID-19, visando-se garantir condições mínimas de segurança para que os nossos bombeiros possam continuar, na linha da frente, a assegurar a sua nobre missão de prestar apoio e socorro pré-hospitalar às populações locais”, lê-se num comunicado da autarquia.

Também às misericórdias de Cerva e Ribeira de Pena foi atribuído um subsídio extra no montante de 5.000€, que já foi transferido para as referidas instituições. Segundo a autarquia, este valor extraordinário “ destina-se a apoiar a aquisição de material e de equipamento técnico para responder à crise pandémica da COVID-19”.

Esta medida do executivo municipal visa contribuir para que as Santas Casas da Misericórdia continuem a garantir, em segurança, os serviços de apoio domiciliário à população mais idosa e dependente, assim como o funcionamento da valência de lares de idosos, que pela sua natureza apresentam um elevado grau de risco à COVID-19.

O reforço dos cuidados de higienização, assim como o uso de equipamento de proteção individual adequado são essenciais para evitar o contágio massivo de utentes e colaboradores destas instituições de solidariedade social. O executivo municipal tem procurado dinamizar e garantir a articulação e a criação de redes de sinergia entre as várias entidades existentes no concelho de Ribeira de Pena, trabalhando em parceria com todas as instituições em prol do mesmo objetivo: evitar ou pelo menos reduzir o impacto de eventuais situações de contágio da COVID-19 no seio da nossa comunidade”, refere-se num comunicado de imprensa da autarquia.

Publicidade

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade