Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Câmara de Mirandela apoia produtores pecuários suportando custos de vacinação animal

Com efeitos já no ano de 2021, a medida irá apoiar financeiramente a totalidade das despesas com a vacinação de pequenos e grandes ruminantes e prevê ainda a majoração em 20% para animais de raças autóctones. As candidaturas têm início no próximo dia 3 de maio.

364

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicidade

A Câmara Municipal de Mirandela implementou uma medida de apoio financeiro destinada aos produtores pecuários do concelho, suportando os custos totais relacionados com a vacinação dos pequenos e grandes ruminantes, abrangendo cerca de 17 mil ovinos e caprinos e 700 bovinos. O investimento, por parte da autarquia, rondará os 30 mil euros em 2021.

O Programa Sanitário anual, definido oficialmente pela Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária, determina as ações de profilaxia médica e sanitária de rastreio da tuberculose bovina e da brucelose bovina, ovina e caprina, com custos que, até agora, teriam de ser assumidos pelos criadores.

Neste contexto, a concessão de apoio financeiro aos produtores pecuários, centra-se na produtividade e na sensibilidade dos produtores mirandelenses para a importância do cumprimento das regras de saúde pública e saúde animal, mas também no bem-estar e na aplicação de boas práticas agrícolas e ambientais.

O apoio financeiro anual aos produtores de bovinos, ovinos e caprinos é fixado em 12€/animal para bovinos adultos, 6€/animal para bovinos jovens e 1,2€/animal para ovinos e caprinos.

Os montantes indicados serão ainda majorados em 20% para animais de raças autóctones, desde que comprovadamente se encontrem inscritos no respetivo Livro Genealógico e Registo Zootécnico.

Para o executivo municipal, liderado por Júlia Rodrigues, “esta medida de apoio ao fomento da produção pecuária no concelho de Mirandela surge como um contributo para amenizar os efeitos da pandemia COVID-19 neste importante setor de atividade, que resultaram na redução da venda de animais para abate em virtude do encerramento de muitos estabelecimentos de restauração, e também dar um novo impulso à fixação e rejuvenescimento dos produtores, à dinamização da atividade económica, ao desenvolvimento local e coesão territorial, bem como assegurar a continuidade da defesa da saúde e da salubridade pública“.

As candidaturas a este apoio poderão ser efetuadas a partir do dia 3 de maio de 2021 no Gabinete de Apoio ao Munícipe (GAM) do Município de Mirandela, ou na Unidade Móvel de Atendimento ao Munícipe, mediante o preenchimento de formulário próprio e apresentação de documentação necessária.

Publicidade

Fonte desta notícia: Nota de Imprensa Município de Mirandela

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade