Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Câmara de Macedo promove experiência da Bandeira Azul em Espanha

Convite para participar no I Congresso Ibérico da Bandeira Azul sustentado na experiência de duas décadas a receber este galardão.

861

Publicidade

Macedo de Cavaleiros foi um dos três municípios portugueses que esteve em plano de destaque no I Congresso Ibérico Bandeira Azul em Praias do Interior que decorreu nos últimos dias em Mérida (Espanha). “Foi uma honra sermos convidados para dar nota da nossa experiência enquanto um dos municípios portugueses que há mais tempo é distinguido com a Bandeira Azul, um selo de garantia da qualidade das praias”, explicou o presidente da Câmara macedense, Benjamim Rodrigues.

O I Congresso Ibérico teve como mote a partilha de experiências relacionadas com a implementação do programa Bandeira Azul em praias do interior, segmento no qual Macedo de Cavaleiros tem vindo a destacar-se com o projeto de praias fluviais na Albufeira do Azibo. Recorde-se que a elevada qualidade das praias do Azibo tem sido sucessivamente premiada e pelo 19.º ano seguido que a Praia da Fraga da Pegada recebeu a Bandeira Azul, enquanto a Praia da Ribeira recebeu este galardão pelo 13.º ano consecutivo.

É também uma oportunidade de promover um destino integrado, onde as praias fluviais, de excelência, são um dos polos de atração de turistas portugueses e espanhóis”, frisou Benjamim Rodrigues. Mas o autarca macedense recorda que o Azibo é muito mais do que apenas as suas praias, destacando a possibilidade da prática de desportos náuticos não motorizados bem como a realização de passeios de barco graças aos passeios promovidos por duas empresas com os seus barcos movidos a energia solar.

O autarca admite que, no verão, muitos turistas vêm a Macedo “pelas suas praias, mas acabam a ficar, ou regressar, pelo vasto território do Geopark Terras de Cavaleiros, um geoparque da UNESCO, fazer caminhadas, passear de bicicleta ou visitar a aldeia de Podence, com os seus Caretos, os grafitis nas ruas e o Museu do Careto”. “Para os mais ousados e experientes, é ainda possível voar de parapente a partir da Serra de Bornes, enquanto a restante família pode usufruir das praias do Azibo”, acrescenta.

Uma mensagem que procurou passar durante este congresso ibérico. “É importante mostrar como se pode fazer um trabalho de excelência mesmo nos territórios do Interior”, concluiu o presidente da Câmara de Macedo de Cavaleiros.

Publicidade

Fonte desta notícia: Município de Macedo de Cavaleiros

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade